29/01/2022 às 14h00min - Atualizada em 29/01/2022 às 14h00min

Coleta seletiva de Uberlândia registra aumento de 30% no recolhimento de materiais recicláveis em 2021

De janeiro a dezembro do ano passado, foram recolhidos mais de 3 milhões de quilos de resíduos; serviço atende 85% da população da cidade

MARIELLE MOURA
Ao todo, 61 bairros da cidade são contemplados com o serviço I Foto: SECOM/PMU
A coleta seletiva de Uberlândia registrou um aumento de 30,1% no recolhimento de materiais recicláveis em 2021, se comparado com o ano de 2020. Segundo o balanço  divulgado pelo Departamento de Água e Esgoto (Dmae), de janeiro a dezembro do ano passado, foram recolhidos mais de 3 milhões de quilos de resíduos. O serviço já atende 85% da população da cidade.

De acordo com o balanço feito pelo órgão, em 2020, foram coletados 2.699.823 quilos de resíduos, enquanto em 2021 o total anual foi de 3.515.108 quilos, resultando em um aumento de 815.285 quilos. Já em 2019, foram 2.429.42 quilos de lixo reciclável na cidade.

Em contrapartida, coleta de lixo convencional teve uma queda de 4,6%, tendo 214.194,690 toneladas recolhidas em 2020 e 206.645,120 toneladas em 2021. Em 2019, foram 201.747,110 toneladas.

De acordo com o diretor geral do Dmae, Adicionaldo dos Reis, a ampliação do serviço da coleta seletiva na cidade foi um dos fatores que provocou o aumento. Em janeiro de 2020, eram 29 bairros atendidos e em agosto de 2021, 61 bairros passaram a ser atendidos. A expectativa para 2022 é alcançar um aumento de 10% em relação ao ano passado na cobertura das regiões.

“Vários fatores impactaram nesse aumento. Além do aumento da abrangência da coleta nos bairros, as pessoas têm mais consciência de separar o lixo. Temos um trabalho de educação para a população que ajuda também nesse balanço positivo”, disse.

Ainda de acordo com o diretor geral, o aumento no recolhimento de recicláveis impacta na geração de renda de recicladores na cidade. “A medida que recolhemos mais recicláveis, podemos oferecer mais renda aos associados. Além disso, aumenta a vida útil do aterro sanitário, não colocando lá produtos que demorariam de 200 a 500 anos para decomposição”, complementou.

O engenheiro ambiental, Gabriel Gonçalves de Faria, falou com a reportagem do Diário de Uberlândia sobre a importância da separação do lixo para o meio ambiente. Com a ação diária, as pessoas conseguem abranger os três pilares da sustentabilidade que são: ambiental, econômica e social.

“Quando separamos na nossa casa o lixo, conseguimos abranger esses três pilares porque essa atividade consegue gerar uma renda para as pessoas que vivem dessa reciclagem e consegue evitar a degradação do ambiente em grande escala. Esses pontos são extremamente importantes para a cidade que tem esse mega poder de crescimento, potencial de tecnologia, promove diversos interesses e tem tudo para virar uma mega metrópole", completou o engenheiro.

ECOCAMINHÃO
O ecocaminhão da coleta seletiva recolhe materiais recicláveis como:  papel, plástico vidro e metal. O caminhão passa uma vez por semana nas ruas dos bairros atendidos e, na região central, o caminhão passa diariamente.

O veículo tem a logomarca da coleta seletiva e emite uma sonorização peculiar, avisando os moradores que a coleta seletiva está passando próximo à residência, para que eles coloquem o saco com os materiais recicláveis na rua. A lista completa dos bairros está disponível no
site da Prefeitura.

O que destinar à coleta seletiva?
– Papel, vidro, plástico e metais
– Óleo de cozinha usado (guardado em garrafas pet)

Cuidados na hora da separação do material reciclável
 – Plásticos: lave-os bem para que não fiquem restos do produto dificultando a triagem e o aproveitamento do material
– Vidros: lave-os bem e retire as tampas
– Latinhas de refrigerantes, cervejas e enlatados devem ser amassados ou prensados para facilitar o armazenamento
– Tetrapak: lave-as bem para evitar mau cheiro, a contaminação de outros itens recicláveis e surgimento de ratos e baratas
– Deixe todas as embalagens bem secas antes do descarte, seja qual for o material a ser reciclado
OBS: Não é necessária a separação do material reciclável por tipo, somente separar o material seco e úmido (orgânico – destinado à coleta convencional).
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »