12/01/2022 às 16h00min - Atualizada em 12/01/2022 às 16h00min

Sorteios e ofertas online de começo de ano: proteja-se dos golpes

Fraudes virtuais não param de crescer e se aprimorar

ESPECIAL PARA O DIÁRIO
Imagem de Jarmoluk em Pixabay
O começo do ano costuma ser marcado por despesas extras e queimas de estoque. Enquanto os consumidores precisam pagar contas de dezembro e impostos, como o IPVA, as empresas desejam movimentar o mercado e, muitas vezes, se desfazer do estoque.

Por isso, é bastante comum que nesta época haja várias promoções circulando pela internet. Afinal, a maior parte das pessoas deseja economizar. Porém, vale notar que nem tudo o que é divulgado é verdadeiro!
 
Como verificar a veracidade de promoções e sorteios
 
Ainda que a promoção ou sorteio chame a atenção, é válido desconfiar antes de tomar quaisquer medidas. Clicar em um link, mesmo que enviado por um amigo, por exemplo, pode ser uma estratégia para o roubo de dados.
No caso de informações passadas por alguém que conhece, o primeiro passo é perguntar onde a pessoa as encontrou. Se ela apenas encaminhou de um grupo ou outra pessoa, existe uma grande possibilidade de ser um golpe cibernético.

 
Há ainda a chance de você ver na internet algo sobre uma promoção ou sorteio. Se a divulgação for referente a uma empresa grande, como um mercado ou loja de roupas, basta ir até o site oficial para confirmar.
 
No interior paulista, por exemplo, é comum que as redes de supermercados façam sorteios de carros e outros produtos, como é possível ver neste
encarte de ofertas do Savegnago. A companhia anunciou a campanha “Um novo tempo para brilhar”, em que os clientes podem ganhar um automóvel e dinheiro. De acordo com o regulamento, a cada R$ 90, os consumidores têm direito a um cupom para participar do sorteio.
 
A divulgação do sorteio do Savegnago é feita em folhetos digitais e no próprio site, sendo que os clientes podem ainda espalhar pelas redes sociais. Ou seja, tanto as empresas sérias quanto os fraudadores usam o mesmo espaço.
 
Além de conferir se o sorteio e/ou oferta existe, é importante ler as demais informações. Por exemplo: de nada adianta querer comprar um produto daqui duas semanas, quando a oferta não estiver mais válida. O mesmo vale para os sorteios, que tem prazo para a adesão.
 
Golpes envolvendo marcas estão mais comuns
 
Há alguns anos, era normal ver marcas desconhecidas anunciando produtos, serviços e sorteios atraentes aos consumidores. Embora isso ainda exista, está cada vez mais comum fraudadores se passarem por companhias famosas, seja para roubar dados ou até mesmo aplicar golpes financeiros.
 
Em 2021, muitas pessoas receberam no WhatsApp um suposto vale-presente do Atacadão. De acordo com a mensagem que circulava, a rede estava dando prêmios aos consumidores, em virtude dos 50 anos da companhia. Além de a empresa ter completado 59 anos no ano passado, ela não tinha feito qualquer comunicado desse tipo em outro canal de comunicação. Ou seja, a mensagem e o vale eram falsos.
 
De acordo com a
CBN de Maringá, 60% dos inquéritos abertos na cidade são de golpes virtuais, o que mostra que esse crime não para de crescer. Como as pessoas passaram a ficar mais por conta da pandemia, e mais conectadas à internet, os golpistas se aproveitaram desse tipo de situação.
 
Obter descontos e participar de sorteios costuma animar muitas pessoas. No entanto, antes de acreditar em tudo o que vê na internet, vale a pena desconfiar. Até porque, os golpes estão cada vez mais sofisticados - incluindo a identidade visual de marcas famosas. O jeito é tomar ainda mais cuidado!
 

 
 
Essa publicação é de responsabilidade do autor e não representa necessariamente a opinião do Diário de Uberlândia

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »