24/11/2021 às 13h12min - Atualizada em 24/11/2021 às 13h12min

Polícia Civil cumpre mandados em operação contra adulteração de veículos em Uberlândia

Quatro empresas estão sendo investigadas no Município

DA REDAÇÃO
Investigações começaram a partir de uma tentativa de emplacamento de uma caminhonete adulterada I Foto: Divulgação/PCMG
A Polícia Civil desencadeou nesta quarta (24) a operação Backstage, com o cumprimento de três mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão temporária, uma ordem judicial restritiva de direitos, além da fiscalização em quatro empresas que teriam atuado na adulteração de veículos em Uberlândia.

As investigações começaram a partir de uma tentativa de emplacamento de uma caminhonete adulterada, em julho deste ano, na cidade de Perdizes. Segundo a apuração da polícia, um fazendeiro, de 31 anos, teria comprado o veículo em dezembro de 2020, pagando cerca de R$ 240 mil.

Ainda de acordo com a PC, antes de fazer o emplacamento, e sem ter seguro, o fazendeiro se envolveu em acidente, que resultou na perda total do veículo. A caminhonete foi vendida para um comerciante de Uberlândia para retirada de peças, que providenciou a substituição criminosa de toda a estrutura, adulterando a originalidade. Em seguida, acompanhado de um policial civil, tentou fazer o emplacamento em Perdizes.

Durante as apurações, o empresário acusado apresentou nota fiscal da estrutura de uma caminhonete cinza que, supostamente, teria sido usada na "reforma". Os investigadores descobriram que o veículo indicado na nota também teria se envolvido em acidente que resultou em danos na estrutura, ou seja, não teria como ser usada na reforma. A perícia descobriu ainda que a estrutura usada no veículo adulterado era de cor branca.

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »