21/11/2021 às 14h00min - Atualizada em 21/11/2021 às 14h00min

Em Uberlândia, 64% das compras da Black Friday devem ser realizadas em lojas físicas

Comerciantes apostam em descontos e campanhas online para o "Dia D"; saiba quais cuidados necessários para evitar golpes

GABRIELE LEÃO
Lojista do centro projeta crescimento de 15% nas vendas durante a campanha | Foto: Acervo Pessoal

Após quase dois anos de pandemia, a Black Friday traz enfim uma expectativa positiva para o comércio em Uberlândia. Segundo um levantamento da Câmara de Dirigentes e Lojistas de Uberlândia (CDL), aproximadamente 70% dos consumidores pretendem adquirir produtos e serviços durante a campanha na próxima sexta-feira (26). De acordo com a pesquisa, 64% dos clientes devem optar por compras nas lojas físicas. 

 

Com base nos dados da CDL, a maioria dos consumidores deve estar mais atento aos valores dos produtos neste ano. Cerca de 88% dos entrevistados alegaram que realizam um comparativo de preços antes da data para verificar se os valores estão com desconto real. 

 

Em entrevista ao Diário, a superintendente da CDL, Lécia Queiroz, disse que embora o cenário seja favorável para as vendas, é preciso planejar ações para atrair clientes e garantir um retorno satisfatório. “A orientação para os lojistas é criar estratégias de vendas, como por exemplo, conferência do estoque, pois oferecer descontos sobre produtos com pouco estoque pode ser frustrante para o cliente”, comentou.

 

Para oferecer mais qualificação aos lojistas e comerciantes, a CDL disponibilizou uma palestra com o especialista do Varejo Ativo, Tiago Oliveira. O palestrante apresenta um conteúdo voltado para as empresas aproveitarem melhor as datas comemorativas e aumentarem as vendas. O conteúdo está disponível no YouTube.

 

EXPECTATIVA DO COMÉRCIO 

Há uma semana da data, lojistas já estão de olho na data para oferecer descontos e garantir uma retomada nas vendas. De acordo com a empresária Margarida Rezende, que é dona de uma loja de festas no centro de Uberlândia, a estratégia neste ano será voltada para o investimento em campanhas online e na loja física para atrair novos clientes. 

 

“Como a minha loja é específica para moda de festa e tamanhos especiais, ainda estamos sofrendo as a falta de público, mas a expectativa, com a vacinação e retomada das festas é de fechar esta Black Friday com até 15% no aumento das vendas”, comentou.

 

Para incentivar as compras, a loja vai oferecer até 50% de descontos e selecionou itens que são o chamativo para a época, como, calçados, roupas casuais e de festas. 

 

As lojas localizadas nos shoppings também prometem descontos atrativos. No Center Shopping Uberlândia, os lojistas vão oferecer descontos de até 70% durante a Black Friday, entre 26 e 28 de novembro. Já no dia 29, os clientes que estão à procura de eletrônicos poderão conferir ofertas especiais. 

 

O Uberlândia Shopping também se prepara para a data. As lojas vão oferecer produtos com até 70% de desconto entre os dias 22 e 28 de novembro. Os consumidores terão acesso a preços especiais em eletroeletrônicos, vestuário, calçados, livros, brinquedos, acessórios, artigos para o lar, entre outros. A expectativa é que a vendas superem os números alcançados em 2020 em cerca de 5%.

 

DE OLHO NOS PREÇOS

Em Uberlândia, a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Uberlândia deve intensificar a fiscalização no comércio durante a campanha. De acordo com o superintendente, Egmar Ferraz, a orientação é que o consumidor fique bastante atento às compras, principalmente online.

 

Entre os cuidados, o superintendente sugere que o cliente opte por pagamentos via cartão de crédito, já que as transações feitas por esse meio garantem o estorno em caso de golpes.

 

“É importante identificar se o produto é realmente necessário, para evitar despesas extras no orçamento, além disso, se o cliente perceber um falso desconto no dia da promoção, ele pode denunciar. Essa é uma prática fácil de ser descoberta com o uso de serviços e aplicativos que rastreiam a evolução dos preços das lojas virtuais, por exemplo”, destacou.

 

Em caso de dúvidas, reclamações ou denúncias, o consumidor pode entrar em contato com o Disque Procon 151, pelo Zap da Prefeitura, no (34) 99774-0616 ou pelo [email protected] A sede do Procon fica na avenida Benjamin Magalhães, 3, no bairro Tibery, com funcionamento das 9h às 17h, de segunda à sexta-feira.

 

A PESQUISA

O levantamento feito pela CDL apontou que neste ano, cerca de 36% dos consumidores devem optar pelas compras online. Já com relação aos produtos e serviços ofertados, 84% deles devem adquirir itens para consumo próprio. Outros 16% pretendem presentear. 

 

A pesquisa revelou ainda que dentre as opções mais procuradas estão vestuários (20%), smartphones (20%), cuidados pessoais (16%), eletrodomésticos (4%), eletrodomésticos (4%), móveis (4%) e outros (32%).

 

 

 

 



 
Notícias Relacionadas »
Comentários »