18/10/2021 às 14h49min - Atualizada em 18/10/2021 às 14h49min

Casal é preso com materiais utilizados para explosão de caixas eletrônicos

Prisão aconteceu no bairro Chácaras Tubalina em Uberlândia; suspeito confessou que estava planejando roubar bancos em São Paulo

DA REDAÇÃO
Além de materiais utilizados para a explosão de caixas eletrônicos, rádio comunicador, cartões de bancos, dinheiro e espelhos de cheques foram apreendidos | Foto: PMMG/Divulgação

Um casal foi preso neste domingo (17) no bairro Chácaras Tubalina, em Uberlândia. Na casa deles foram encontrados materiais utilizados para explosão de caixas eletrônicos. Um dos presos confessou que planejava uma ação na cidade de Igarapava, no estado de São Paulo.

 

De acordo com o registro da ocorrência, um policial militar que estava a caminho do trabalho viu um carro parado no cruzamento das avenidas Dimas Machado e Imbaúbas, no bairro Planalto. O veículo havia sido utilizado em um roubo no dia 11 de outubro.

Ele pediu reforço e a condutora do veículo foi encontrada em uma casa na rua Waldemar Silva, no bairro Chácaras Tubalina. Após a verificação da documentação do veículo, foi constatado que ele era produto de crime e que a condutora tinha passagens pelo sistema prisional.

 

A mulher disse para a polícia que o carro era do ex-companheiro e que havia pegado para sair com o filho. Depois de ser informada pelos policiais que o veículo era produto de crime e que estava sendo usado para roubos na cidade, ela autorizou a entrada deles na residência. 


Na casa foram encontrados, além de três papelotes de cocaína, uma alavanca, uma picareta e dois cilindros de CO2 com combustão, equipamentos utilizados para a explosão de caixas eletrônicos. Um rádio comunicador, 46 cartões de bancos,  R$3.136 e diversos espelhos de cheque também foram apreendidos. No local estava ainda o companheiro da mulher, de 36 anos, que foi preso. 

 

Durante a prisão, o suspeito disse para os policiais que não fazia “roubinhos pequenos” e sim roubos grandes de bancos e caixas eletrônicos. Ele contou ainda que estava planejando um ação na cidade de Igarapava, no Estado de São Paulo. O suspeito disse também que a companheira não participava do esquema e que ele apenas usava os documentos dela para praticar crimes. Contudo, a mulher, de 43 anos, também foi presa. Ambos foram encaminhados para a delegacia de Plantão da Polícia Civil com os materiais apreendidos. 

VEJA TAMBÉM:

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »