06/10/2021 às 08h48min - Atualizada em 06/10/2021 às 08h48min

Pesquisa aponta que 64% dos consumidores devem presentear no Dia das Crianças

Expectativa, segundo a CDL, é que vendas tenham um aumento significativo marcando uma retomada do comércio em lojas físicas

LORENA BARBOSA
Lojistas preparam promoções e vão usar a data como um termômetro para o movimento de fim de ano | Foto: ARQUIVO PESSOAL
A busca pelos presentes para o Dia das Crianças deve movimentar as lojas de Uberlândia e reaquecer o comércio. Segundo uma pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Uberlândia, 64% dos consumidores planejam ir as compras e 89% deles estão dispostos a gastar até R$100 por presentes.
 
O cenário aponta para uma perspectiva melhor do que a vivenciada pelos comerciantes no ano passado, conforme explica a superintendente da CDL Uberlândia, Lécia Queiroz. “É uma data muito importante, que movimenta uma grande parte das famílias para presentear. Como o cenário da pandemia está favorável, a gente já enxerga com positividade o aumento do consumido”, destacou.
 
O levantamento mostra ainda que 84% dos pesquisados pretendem fazer a escolha nas lojas físicas. Em entrevista ao Diário, a pedagoga Júlia Agostinho revelou que não deve deixar a data passar em branco. A mãe dos pequenos Lucas e Lívia, de 9 e 4 anos disse que busca algo de acordo com o orçamento, mesmo que o presente não seja exatamente o escolhido.
 
“Eu costumo gastar em média R$ 50 reais por presente para cada um deles. A gente ouve os desejos dos presentes e acaba encaixando o que eles querem com o que está de acordo com as nossas condições”, disse.
 
Na hora de escolher o presente para o Dia das Crianças, a pedagoga tem preferência em trabalhar o lado lúdico dos filhos. Priorizando que eles se divirtam, o foco para a data são mesmo os brinquedos.
 
“Eles se sentem mais felizes, se surpreendem mais. E no final das contas o dia é deles, então é preciso ser algo de criança. Logo eles viram adolescentes e não vão ligar mais pra isso”, afirmou a mãe.
 
O levantamento feito pela CDL aponta ainda que 83% dos consumidores preferem os brinquedos e jogos. Apesar dos números, o comércio de roupas infantis também está animado com a data. Diferente do ano passado, quando as incertezas em relação à pandemia atrapalharam a procura, as expectativas para o próximo dia 12 são positivas para os empresários do ramo.
 
Pelo menos é essa a realidade na loja em que a Rayssa Sinihur é gerente. Segundo ela, mesmo com a pandemia, as pessoas não deixaram de comprar em 2020, mas por conta dos horários de restrição impostos para controle da covid-19, o foco das vendas foi mais no âmbito virtual. “Nos adaptamos às redes sociais. Essa venda já existia, mas potencializaram nessa época. Nos manteve vivos”,  explicou Rayssa.
 

A gerente conta que desde novembro do ano passado, as vendas tiveram uma leve melhora. Com a retomada gradativa das atividades, a esperança é que o Dia das Crianças seja promissor. Para isso, a loja preparou promoções e a data deve ser usada como um termômetro para o movimento de fim de ano.
 
“Nós recebemos peças para aumentar os estoques e fizemos uma ação para que o cliente ganhe brindes de acordo com o valor gasto nas compras. Eu espero que daqui para o fim do ano as pessoas comprem mais”, disse.
 
CAMPANHA BRINCAR JÁ
Pensando nos pequenos que pertencem a famílias de baixa renda, a CDL de Uberlândia está com uma campanha de doação de brinquedos. As empresas e pessoas que quiserem ajudar podem doar R$ 30 através do PIX [email protected] O valor é referente a três brinquedos que serão encaminhados para a Polícia Militar, que fará a entrega das doações para crianças que são atendidas por programas sociais.
 
“Nós já compramos uma parte (dos brinquedos), agora estamos arrecadando para comprar a última parte. A campanha Brincar Já e a parceria com a Polícia Militar se deu pela facilidade que eles têm em chegar até esse público, que já é mapeado. Eles farão a logística de entrega dos brinquedos”, explicou a superintendente da CDL, Lécia Queiroz.

VEJA TAMBÉM:
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »