02/09/2021 às 09h40min - Atualizada em 02/09/2021 às 09h40min

Sicoob Cocred chega a MG com primeira agência em Uberlândia

Cooperativa se destaca como a terceira maior do Brasil e proporciona benefícios para pessoas físicas e jurídicas que procuram por serviços financeiros diferenciados

PUBLIEDITORIAL
Com 52 anos de história, a Sicoob Cocred segue o seu planejamento de crescimento orgânico, expandindo sua área de atuação com a primeira agência em Minas Gerais, no município de Uberlândia. Isso significa levar todos os benefícios do cooperativismo financeiro a uma região com quase 1,2 milhão de habitantes.
A estratégia da cooperativa, segundo o diretor de Negócios Gabriel Jorge Pascon, é crescer em regiões onde o Produto Interno Bruto (PIB) tem grande expressividade dentro do contexto regional, estadual e nacional. “Por isso, a ampla estrutura de atendimento, que já soma 34 agências, ainda chegará a Araçatuba, Bauru e São Carlos neste ano. Para 2022, novas regiões dentro deste mesmo contexto também estão sendo estudadas para receberem postos de atendimento”, explica.
Com 370 metros quadrados, a agência de Uberlândia está localizada na Avenida Rondon Pacheco, n.º 1.691, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. Já os caixas eletrônicos funcionam de segunda a domingo, das 6h às 20h. O telefone da nova unidade é o (34) 2589-9300.
Com instalações amplas e modernas, a agência foi projetada em conformidade com o novo layout do Sicoob, favorável à convivência e ao relacionamento interpessoal, e conta ainda com estacionamento para nove veículos, incluindo vagas exclusivas para idosos e deficientes físicos.
Agora, a Sicoob Cocred passa a estar presente em 29 municípios dos estados de São Paulo e Minas Gerais.
O objetivo da expansão, ainda segundo Pascon, é fazer com que mais pessoas conheçam e sejam beneficiadas pelo modelo de negócio cooperativo, que apresenta condições mais vantajosas em relação aos bancos comerciais.
“Na Cocred, o cooperado também é dono do negócio e participa dos resultados, ou seja, além de contar com produtos e serviços a preços justos, todos recebem uma parcela dos resultados da cooperativa, de acordo com as movimentações financeiras realizadas ao longo ano. Isso é muito diferente dos bancos, que praticam taxas e tarifas elevadas e direcionam o lucro apenas aos acionistas”, informa.
Diretor de Negócios da Cocred, Gabriel Jorge Pascon
Confira o bate-papo com o diretor de Negócios da Sicoob Cocred, Gabriel Jorge Pascon
A cooperativa conseguiu se manter firme e crescer, mesmo com os percalços da pandemia do novo coronavírus?
Sim. Ao contrário da maioria das instituições financeiras convencionais, que restringe o crédito nos momentos de dificuldade, seja por segmentos e/ou por crises econômicas, a Cocred amplia e ajusta o fluxo do serviço, de acordo com as respectivas necessidades, sempre com taxas de juros menores e tarifas reduzidas. Isso acontece face ao nível de proximidade, conhecimento e entendimento dos negócios dos nossos cooperados, além do discernimento da cooperativa na avaliação dos movimentos macroeconômicos, bem como das particularidades dos movimentos cíclicos e sazonais dos negócios em que estamos inseridos.
Com isso, em 2021, segundo ano de pandemia, os números vêm superando as nossas expectativas.
Apenas no primeiro semestre do ano, nossa carteira de crédito já evoluiu 9% e alcançou a marca de R$ 3,8 bilhões. Também tivemos resultados expressivos em outros indicadores.
A carteira de captações, por exemplo, que contempla depósitos à vista e a prazo, como também as LCAs - Letras de Crédito do Agronegócio - e LCIs - Letras de Crédito Imobiliários, cresceu 18% em 2021, totalizando R$ 4,1 bilhões.
Já os ativos totais chegaram a R$ 6,4 bilhões, 17% de evolução em apenas seis meses.
Quais são as principais diferenças entre os serviços de um banco e os serviços da Cocred?
A Cocred possui todos os produtos e serviços de um banco, mas com muito mais vantagens. Isso porque o cooperativismo proporciona benefícios que não são encontrados no sistema bancário tradicional, como a participação nos resultados, por exemplo. Aqui, os cooperados são também donos do negócio e recebem uma parcela dos resultados da cooperativa ao final de cada ano proporcional às suas movimentações financeiras.
Além disso, por ser cooperativa e atuar em parceria com seus cooperados, a Cocred também pratica preços mais justos em todos os serviços.
Por exemplo, enquanto os bancos cobraram uma taxa média de 6,76% ao mês no cheque especial em 2020, na Cocred a taxa média para este tipo de operação foi de 3,92% ao mês.
Já as taxas de administração médias para consórcio de imóveis na cooperativa ficaram em 7,84%, ou seja, menos da metade dos 18,47% praticados pelos bancos.
Vocês falam que a atuação da Cocred também fortalece a economia local. Como isso acontece?
Um dos propósitos do cooperativismo é fortalecer a economia regional e é isso que fazemos. Enquanto os bancos comerciais direcionam o dinheiro investido pelos clientes para as regiões metropolitanas, nas cooperativas acontece o inverso.
Então, todo dinheiro investido pelos nossos cooperados retorna para as comunidades na forma de crédito para novos negócios, investimento em projetos de cunho social, dentre outros.
Ou seja, o resultado monetário gerado é aplicado nas próprias regiões onde atuamos, produzindo novas riquezas e gerando um círculo virtuoso de prosperidade socioeconômica.
Como é a relação da cooperativa no Sistema Sicoob?
A Cocred é a segunda maior cooperativa do Sicoob, o maior sistema de cooperativas de crédito do Brasil.
No total, são 321 cooperativas ligadas ao Sistema que, juntas, detêm 5,2 milhões de cooperados em todos os estados brasileiros. E estes cooperados contam com 3,5 mil pontos de atendimento espalhados pelo País, milhares de caixas eletrônicos e uma diversidade de canais digitais que permitem o acesso a um portfólio completo de produtos e serviços financeiros, como conta-corrente, investimentos, crédito, cartões, consórcio, cobrança, seguros e muito mais.
Vale destacar que, em 304 municípios brasileiros, o Sicoob é a única instituição financeira presente, garantindo que a população tenha acesso aos serviços financeiros e não fique desassistida.
O Sicoob, assim como a Cocred, tem apresentado crescimento superior ao mercado bancário tradicional. Em 2020, os ativos totais evoluíram 37%, totalizando R$ 165 bilhões.
Já a carteira de crédito e o patrimônio líquido alcançaram as marcas de R$ 94 bilhões e R$ 25 bilhões, respectivamente. Sediado em Brasília/DF, o Banco Sicoob (756), braço financeiro do Sistema, já ocupa a quinta posição no ranking de patrimônio líquido e está entre os 10 maiores bancos em âmbito nacional, em volume de ativos. Com esse ritmo acelerado de crescimento, a participação de mercado do sistema cooperativo saltou de 1%, em 2015, para 7,82% em dezembro de 2020.
O compromisso do Banco Central do Brasil é que as cooperativas de crédito detenham 20% de participação de mercado até o final de 2024, e, se depender da atuação da Cocred, esse objetivo será alcançado.

Essa publicação é de responsabilidade do autor e não representa necessariamente a opinião do Diário de Uberlândia

 

Notícias Relacionadas »
Comentários »