09/08/2021 às 10h50min - Atualizada em 09/08/2021 às 10h50min

Uberlândia inaugura centro de reabilitação para pacientes pós-covid

Espaço foi apresentado na manhã desta segunda e tem capacidade para atender 150 pessoas

SÍLVIO AZEVEDO
No momento da alta, paciente será encaminhado ao local pela equipe médica, que elaborará um plano de cuidados I Foto: Sílvio Azevedo
A Prefeitura de Uberlândia inaugurou, nesta segunda (9), o primeiro espaço para tratamento e reabilitação de pacientes diagnosticados com covid-19 e que permaneceram por um longo período internados. A solenidade contou com a presença de autoridades do judiciário, políticas e de forças de segurança, além do Padre Edvaldo Pereira, que deu a benção para o espaço.
 
O centro terá capacidade de atendimento de 150 pacientes e iniciará os trabalhos na quarta-feira (11). Inicialmente serão recebidas 69 pessoas em processo de reabilitação vindas da rede municipal de saúde. De acordo com a Prefeitura, foram investidos cerca de R$ 80 mil para a montagem do espaço, além dos itens doados pela iniciativa privada.
 
O Centro Vida será um local onde pacientes que sofrem com sequelas causadas pela covid-19 farão a reabilitação cardiovascular, respiratória e motora, acompanhados por fisioterapeutas, fonoaudiólogos, assistente social, psicólogos, médicos e enfermeiros. O espaço também contará com equipamentos de oxigenoterapia e ventilação mecânica não invasiva.
 
A coordenadora da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, Marcella Furtado de Souza, explicou que serão 22 profissionais atuando no Centro e a capacidade técnica é de atender 150 pacientes. “Nós trataremos as sequelas pós-Covid, tanto a parte respiratória, quanto a cardiovascular e motora, dificuldade de linguagem e a psicossocial. O paciente que tiver alta do Hospital Municipal ou do anexo no Santa Catarina já sairá com agendamento prévio. Os demais pontos da rede, o encaminhamento será pela atenção primária e em forma de gestão de caso e agendamento aqui”, destacou.
 
Segundo a secretária Municipal de Governo e Comunicação, Ana Paula Junqueira, os pacientes agendados que tiverem dificuldades de locomoção serão levados através do programa Porta a Porta. “Os pacientes que tiverem dificuldade de locomoção já saem também com o ‘Porta a Porta’ agendado para trazê-los para cá. É um atendimento super integrado entre as secretarias de Saúde, Trânsito e Transporte, para fazer todo o atendimento”, disse.
 
O Centro Vida funcionará na Avenida Rio Branco, 49, Centro. Os atendimentos acontecerão de segunda à sexta, das 7h às 19h.


PROJETO DE LEI
Durante a sessão ordinária desta segunda, na Câmara Municipal, o plenário derrubou parecer contrário da Comissão de Legislação, Justiça e Redação ao projeto do vereador Zezinho Mendonça (PP) autorizando o município a implantar o tratamento domiciliar, tele reabilitação e de centros de reabilitação para pacientes com sequelas deixadas pela Covid-19.
 
Mesmo com a inauguração do Centro Vida, que é praticamente o que diz a proposta, os parlamentares acharam pertinente mandar o projeto para votação no Plenário devido à importância do tema. Agora, o PL vai para avaliação da Comissão de Saúde.



*Matéria atualizada às 14h para acréscimo de informações. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »