08/07/2021 às 16h45min - Atualizada em 08/07/2021 às 16h45min

Prefeitura confirma 17 profissionais com covid nas escolas municipais

Apesar do número de casos da doença nas instituições, Município afirma que não há surto de coronavírus

GABRIELE LEÃO
Coletiva foi concedida nesta quinta-feira (8) I Foto: Gabriele Leão
Nesta quinta-feira (8), a Secretaria Municipal de Educação, juntamente com a Secretaria de Saúde, se posicionou sobre a suspeita do surto de contaminação por coronavírus em duas turmas da Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Professora Carmelita Vieira dos Santos e Escola Municipal Professor Otávio Batista Coelho Filho. De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Elaize Gomes, "foram registrados 17  profissionais com coronavírus, desde o início das aulas das 121 escolas municipais e 45 organizações da sociedade civil". Ainda de acordo com ela, os números de casos, considerando as 166 unidades, "não significa surto da epidemia".

A secretária municipal de Educação Tânia Toledo, completou dizendo que, desde o início das aulas em formato híbrido, nas últimas quatro semanas, foi observado um movimento diferente nas escolas. “Os alunos da primeira e terceira semana, percebemos uma ampliação de frequência, com início de 26% e na última semana de 38%. Com o passar do tempo, as pessoas têm entendido a ida do filho para a escola e se sentido mais seguros para enviá-los para as aulas presenciais", comentou.

Ainda de acordo com Tânia Toledo, a Secretaria está conseguindo concretizar o planejamento, tem o protocolo de segurança e cumpre com rigor o que a Saúde tem recomendado para o melhor nesse momento. “Apesar de termos o público [professores] que já tomaram a primeira dose da vacina, ou teve alguma intercorrência, a maioria está vacinada. Mas nós sabemos que até com a segunda dose, esse risco não é zerado, assim como na sociedade geral”, disse.

Na coletiva, a secretária informou que " o número de alunos contaminados é muito pequeno", mas não informou a quantidade exata. Ainda de acordo com ela, o número de servidores positivos chega a 0,8% do total de profissionais. “Isso demonstra que todo protocolo está sendo realizado com rigor", afirmou.

Ainda de acordo com a secretária de Educação, "outras seis organizações da sociedade civil passaram por intervenções, de suspensão de turnos ou profissionais, assim que é feita a análise do formulário". Questionada sobre como é realizado o protocolo de desinfecção, Tânia Toledo informou que apenas a sala em questão passa por desinfecção total e permanece em manutenção, com álcool nas carteiras. 

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Elaize Gomes, para considerar um surto, de acordo com o Ministério da Saúde, é necessário dois ou mais casos de covid-19 no mesmo local. Esses casos devem ser obrigatoriamente notificados para a prevenção das escolas. Um canal de comunicação integrado às escolas foi criado para facilitar as notificações, sendo ele o 'Tele Saúde'. “A escola faz a notificação online e informa todas os detalhes, como os sintomas, suspeitas, exames e tempo de suspeita", explicou.

Ainda de acordo com Elaize, "nem todos os profissionais tinham sido vacinados, e a maioria ainda estava com apenas a primeira dose com menos de 14 dias de aplicação, ou seja, não deu tempo de fazer o devido efeito".

"Qualquer sintoma gripal é notificado. A escola fica apreensiva porque esse é o protocolo e é necessário esse rigor. Mas quando recebemos as informações, depois da análise, percebemos que de oito notificações, apenas uma delas é positivo", informou a secretária de Educação, Tânia Toledo.

ATIVIDADES SUSPENSAS
Nesta quarta-feira (6), a Secretaria Municipal de Educação confirmou que duas escolas municipais de Uberlândia tiveram atividades suspensas por suspeita de covid-19. Na Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Professora Carmelita Vieira dos Santos, no bairro Tibery, a suspensão das aulas de uma turma vai até dia 10 de julho, enquanto a Professor Otávio Batista Coelho Filho, no bairro Brasil, não funcionará no turno vespertino até o dia 12.

Matéria atualizada às 21h58 para acréscimo de informações.




VEJA TAMBÉM:
Movimento pede cassação do vereador Cristiano Caporezzo
Eseba abre inscrições para turmas do Proeja

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »