20/05/2021 às 08h10min - Atualizada em 20/05/2021 às 08h10min

Goleiro uberlandense é convocado para seleção brasileira olímpica

Gabriel Brazão está na lista de partidas decisivas para o técnico da seleção, André Jardine, que decidirá a partir daí os convocados para os Jogos Olímpicos de Tóquio

FERNANDO NATÁLIO
Com 20 anos, atleta é apontado como um dos principais nomes da nova geração | Arquivo pessoal
Uberlandense que brilha no futebol europeu, o goleiro Gabriel Brazão, do Real Oviedo (Espanha), voltou a ser convocado para a seleção brasileira olímpica para a próxima Data Fifa, entre os dias 31 de maio e 8 de junho. Ainda não estão definidos os duelos que a seleção disputará, mas é certo que as partidas serão decisivas para o técnico da seleção, André Jardine, decidir os convocados para os Jogos Olímpicos de Tóquio, previstos para ocorrerem no período de 23 de julho a 8 de agosto de 2021.

Para o goleiro uberlandense, esta será uma chance de mostrar ao treinador André Jardine que ele está preparado para defender a seleção brasileira na Olimpíada. “É sempre uma alegria imensa representar a seleção brasileira. Estou preparado para este desafio e muito feliz por ter mais esta oportunidade. Tenho uma expectativa muito boa de poder ajudar a seleção e meus companheiros”, pontuou Brazão.

Emprestado até o dia 30 de junho ao Real Oviedo - equipe que disputou a Segunda Divisão espanhola -, pela Inter de Milão - atual campeã do Campeonato Italiano -, Brazão disse que vai definir seu futuro em breve com a direção da equipe italiana. “Na Espanha estou tendo uma experiência nova, aprendendo muito. Agora, com o fim da temporada, vou sentar com os dirigentes da Inter e ver o que eles pensam para minha carreira”, revelou o goleiro, de 1,92 metros de altura.

Com passagens por clubes como o Cruzeiro, Parma (Itália) e Albacete (Espanha), além da Inter de Milão (Itália) e do Real Oviedo (Espanha), Brazão já ostenta grande experiência no futebol, inclusive europeu, apesar da pouca idade.

 

Com 20 anos, Brazão, é apontado como um dos principais nomes da nova geração de goleiros do país, também já tem caminho trilhado na seleção brasileira. Em outubro de 2020, ele foi convocado por André Jardine para a seleção olímpica. E em seu currículo já constam os títulos, com a camisa brasileira, do Sul-Americano de seleções Sub-15 e Sub-17, além de ter sido escolhido o melhor goleiro do Campeonato Mundial de seleções de 2017. 

“Vou continuar trabalhando forte, no meu clube e na seleção, quando for convocado, confiante que as oportunidades vão aparecer e vou aproveitá-las. Estou preparado para defender a seleção brasileira, pela qual tenho muito orgulho de jogar”, disse o goleiro. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »