16/02/2021 às 14h28min - Atualizada em 16/02/2021 às 14h28min

Força-tarefa da Prefeitura ameniza estragos da chuva que atingiu Uberlândia

Foram realizadas limpezas de vias, desobstruções de bueiros e bocas de lobo e sinalizações de locais com riscos à população

DA REDAÇÃO
Equipes fazem limpeza após chuva registrada nesta segunda (15) I Foto: Araípedes Luz/Secom/PMU
Serviços de apoio e reparo foram iniciados por um força-tarefa empreendida pela Prefeitura de Uberlândia durante a chuva que atingiu a cidade na tarde desta segunda-feira (15). No momento do temporal, equipes municipais realizaram ações emergenciais como monitoramentos de pontos de alagamentos e orientações a motoristas. Após a precipitação, foram realizadas limpezas de vias, desobstruções de bueiros e bocas de lobo, sinalizações de locais com riscos à população e outros auxílios em diferentes bairros.

As frentes de trabalho continuaram atuando nesta terça-feira (16), principalmente na limpeza de bocas de lobo. Para este serviço, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos mobilizou mais de 200 trabalhadores nos bairros Dona Zulmira, Presidente Roosevelt, Bom Jesus, Nossa Senhora Aparecida, Martins, Morada da Colina, Morumbi, Cazeca, Lagoinha, Santa Mônica e Tibery. Já o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) atuou com cinco equipes para recolocação de diversas tampas de bueiros. 

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos, João Júnior, os alagamentos ocorreram, principalmente, devido ao acúmulo de resíduos descartados irregularmente e que impediram o escoamento das enxurradas para a rede pluvial. “Em alguns locais, o lixo tampou as bocas de lobo. Isto agravou muito a situação. Por isso, pedimos à população que se faça o descarte correto destes materiais”, disse.

A Secretaria Municipal de Obras também providenciou reparos de pontos onde ocorreram problemas com a pavimentação asfáltica, principalmente no bairro Jardim América e na avenida Rondon Pacheco.

Também foram feitas rondas por ruas e avenidas com o objetivo de catalogar eventuais danos ao patrimônio público e à população e obter relatórios completos das situações. Após os reparos emergenciais, os trabalhos que demandam maior logística continuarão nos próximos dias.

Além da administração municipal direta, também participaram dos trabalhos as equipes do Dmae e da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec). O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar também auxiliaram com monitoramentos e intervenções.

VOLUME DE CHUVA
Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), a cidade foi atingida por precipitações e rajadas de vento, influenciadas por uma depressão subtropical e jatos de níveis médios vindos da Amazônia. Isto trouxe muita umidade para a região, ocasionando a formação de zona de instabilidade.
 
Confira os volumes de chuva e as velocidades do vento registradas nesta segunda-feira (15):
 
- Estação Centro: Registrou precipitação de 36,2 mm e rajadas de ventos de, aproximadamente, 25 km/h.
 
- Estação São Jorge: Registrou precipitação de 11,2 mm e rajadas de ventos de, aproximadamente, 19 km/h.
 
- Estação Jardim Patrícia: Registrou precipitação de 21 mm e rajadas de ventos de, aproximadamente, 28 km/h.
 
- Estação Industrial: Registrou precipitação de 39 mm e rajadas de ventos de, aproximadamente, 28 km/h.
 
- Estação Inmet Campus Santa Mônica/UFU: Registrou precipitação de 31,4 mm e rajadas de ventos de, aproximadamente, 32 km/h
 
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »