01/02/2021 às 19h38min - Atualizada em 01/02/2021 às 19h38min

Prefeitura inicia testagem de 9.150 servidores da Educação

Medida faz parte de protocolo de segurança para o retorno às aulas presenciais

DA REDAÇÃO
Os testes dos profissionais da rede municipal de ensino estão sendo feitos entre 7h e 15h I Cleiton Borges/Secom/PMU
Após deliberação do Núcleo Estratégico do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 sobre o retorno às aulas em sistema híbrido no dia 8, a Prefeitura iniciou, nesta segunda-feira (1), a testagem de pouco mais de 9 mil profissionais da rede municipal de ensino. O objetivo é proporcionar a volta às atividades de forma segura a alunos e profissionais da rede municipal.

Além de servidores da Secretaria Municipal de Educação, serão testados motoristas do transporte escolar e funcionários das Organizações de Sociedade Civil parceiras. A ação é conjunta com a Secretaria Municipal de Saúde, responsável por organizar a logística de exames dos 9.150 profissionais em 42 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF).

Cada servidor está sendo agendado para realizar o teste em uma unidade de saúde próxima à escola para qual está designado. Os testes estão sendo feitos entre 7h e 15h até a próxima sexta-feira (5).

SISTEMA HÍBRIDO
O sistema híbrido estabelecido pelo protocolo sanitário prevê que as turmas sejam divididas em dois grupos de revezamento: enquanto em uma semana, metade dos estudantes vai para o ensino presencial, a outra metade segue o conteúdo à distância. Na semana seguinte, os que tiveram aulas presenciais passam para o ensino remoto e vice-versa. Dessa forma, as instituições serão mantidas, diariamente, com metade da capacidade de atendimento físico, garantindo a adoção de normas de distanciamento.

MEDIDAS DE BIOSSEGURANÇA
A Rede Municipal de Ensino possui cerca de 70 mil alunos entre os que frequentam unidades municipais e as Organizações da Sociedade Civil (OSCs) parceiras nos níveis infantil, fundamental, de Educação para Jovens e Adultos (EJA) e do Programa Municipal de Alfabetização de Jovens e Adultos (Pmaja).

Para receber esse público, os prédios escolares têm, desde o ano passado, recebido reforço em materiais de biossegurança, como abastecimento de papel toalha, sabonete líquido e álcool em gel, totens e dispensers para facilitar o acesso à higienização e equipamentos para medir a temperatura.

Além disso, cada estudante vai receber um kit com duas máscaras de proteção para o rosto. Os profissionais da Educação já receberam kits com máscaras. Todas as medidas de prevenção à disseminação da Covid-19 foram adotadas considerando as características específicas de cada uma das escolas, o que inclui a implementação de uma rotina de higienização no mobiliário, especialmente na troca de turnos.



VEJA TAMBÉM:

Janeiro bate recorde no número de casos confirmados da Covid-19



 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »