01/02/2021 às 08h48min - Atualizada em 01/02/2021 às 10h19min

Militar reformado do Exército é suspeito de assassinar homem no bairro Jaraguá

Crime aconteceu no último sábado (30), em frente a um bar, após uma discussão entre as partes

DA REDAÇÃO
Um homem, de 56 anos, foi assassinado com um disparo de arma de fogo, no bairro Jaraguá, em Uberlândia. O principal suspeito do crime é um militar reformado do Exército Brasileiro, de 57 anos, que havia discutido com a vítima.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), a ocorrência foi registrada no último sábado (30), em frente a um bar localizado na rua Mangabeiras. Os militares encontraram a vítima caída no chão com uma perfuração na região do pescoço. Ela foi socorrida até a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro Planalto, mas não resistiu e morreu durante o atendimento médico.

Em conversa com o filho do suspeito do crime, que teria participação no crime, os policiais foram informados que a vítima tinha o costume de xingar a mãe dele porque ela havia denunciado uma festa que a vítima estava fazendo. Ainda de acordo com o suspeito de ser coautor, de 24 anos, o pai ficou sabendo da situação e foi tirar satisfação com o homem.

Após uma discussão, a vítima pegou uma faca e começou a ameaçar o suspeito, que sacou a arma de fogo e disparou contra ela. Em seguida, o suspeito e filho saíram do local.

Câmeras de videomonitoramento da rua flagraram a ação. As imagens revelam que o suspeito estava bastante nervoso e chegou a segurar o homem pelo braço. Em seguida, a vítima pega uma faca para se defender, momento em que o militar dispara em direção a ela. Após o disparo, o filho do suspeito chuta a cabeça da vítima, que já estava caída no chão.

 


Conforme dito por outras testemunhas, o suspeito foi quem iniciou a discussão com a vítima. Ainda de acordo com as testemunhas, ele tinha costume de ameaçar pessoas e ostentar que andava armado.

Os policiais foram até a residência do suspeito, e os familiares informaram que depois do crime ele tinha ido no hospital pois havia sido atingido pela faca da vítima na mão e que iria se apresentar à PM, em seguida. Os militares também realizaram rastreamento, mas o suspeito não foi localizado.


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »