27/01/2021 às 08h00min - Atualizada em 27/01/2021 às 08h00min

‘Valentina’ fatura prêmio em festival de cinema da Índia

Filme foi produzido em Uberlândia pelo diretor Cássio Pereira dos Santos

DA REDAÇÃO
Diretor Cássio Pereira dos Santos celebrou mais um prêmio de seu filme | Foto: Arquivo Pessoal

O filme “Valentina” faturou o prêmio de “Melhor Direção em Longas de Estreia”, no 51º Festival Internacional de Cinema da Índia (IFFI). A cerimônia de encerramento ocorreu no domingo (24), na cidade de Pangim, em Goa, com a presença do diretor Cássio Pereira dos Santos e da produtora Erika Pereira dos Santos.

“Foi um longo caminho para criar o roteiro e descobrir a linguagem cinematográfica mais apropriada para Valentina, sete anos de trabalho até chegarmos ao resultado final. Nós estamos muito felizes”, comentou o diretor.

O IFFI, fundado em 1952, é um dos festivais de cinema mais importantes da Ásia, e o maior da Índia. O festival é um dos poucos eventos mundiais reconhecidos pela FIAPF (Federação Internacional de Associações de Produtores Cinematográficos).

Realizado anualmente, atualmente no estado de Goa, o festival visa fornecer uma plataforma comum para que os cinemas de todo o mundo possam projetar a excelência da arte cinematográfica; contribuir para a compreensão e apreciação das culturas cinematográficas de diferentes nações nos contextos social e cultural; e promovendo amizade e cooperação entre os povos do mundo. O festival é organizado conjuntamente pela Direção de Festivais de Cinema (do Ministério da Informação e Radiodifusão da Índia) e pelo Governo do Estado de Goa.

Com produção de Erika Pereira dos Santos e produção executiva de Hebe Tabachnik, Natália Brandino e Walder Junior, “Valentina” traz como protagonista Thiessa Woinbackk, influencer digital que começa a legitimar seu espaço como atriz.

O elenco e equipe de Valentina foram compostos em grande parte por membros da comunidade LGBTQI+. O filme foi produzido de forma independente pela Campo Cerrado Produções, com o apoio da Secretaria do Audiovisual e do edital de Longas de Baixo Orçamento 2016 (SAV/Ancine), em parceria com o Fundo Setorial do Audiovisual.
 
O DIRETOR
Nascido em 1980 em Patos de Minas, e com raízes em Cruzeiro da Fortaleza (MG), Cássio Pereira dos Santos estudou cinema na Universidade de Brasília, onde dirigiu projetos de ficção e documentário. Depois de terminar a escola de cinema em 2003, ele escreveu e dirigiu oito curtas-metragens, entre eles “A Menina Espantalho” e “Marina não vai à praia”.

Seus trabalhos foram selecionados em vários festivais internacionais de cinema, incluindo o Festival de Cinema de Varsóvia, o OutFest Los Angeles, Aspen ShortsFest, Palm Springs, Festival de Curtas de Hamburgo, Mostra de São Paulo, Prix Jeunesse Munich, Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Mostra de Cinema de Tiradentes. Seus trabalhos já receberam mais de 50 prêmios.

Como roteirista, Cássio contribuiu com filmes como “Guigo Offline”, longa-metragem LGBTQ para a televisão brasileira, vencedor do Prêmio de Melhor Longa-Metragem Brasileiro no Mix Brasil Film Festival. Valentina é sua estreia como diretor em longas metragens. Atualmente Cássio reside em Uberlândia e trabalha no desenvolvimento de seu segundo longa.



VEJA TAMBÉM:

Filme produzido em Uberlândia será exibido em Festival na Índia

Prefeitura divulga 112 projetos selecionados no Pmic


 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »