07/01/2021 às 08h21min - Atualizada em 07/01/2021 às 08h21min

Com prazo prorrogado, cadastro de usuários da saúde vai até abril

Atualização permite que município continue recebendo recursos para prestação de atendimento

DA REDAÇÃO
Os usuários da rede municipal de saúde que não conseguiram atualizar o cadastro têm agora até o fim de abril de 2021 para ir à unidade de saúde mais perto de casa e colocar a documentação em dia. Devido ao atual cenário da pandemia no país, o Ministério da Saúde prorrogou o prazo.

A atualização dos dados pessoais junto à unidade de saúde de referência permite que a Prefeitura de Uberlândia continue oferecendo serviços em saúde ao receber mais recursos federais para custear os atendimentos prestados à população.

Para fazer o cadastro, o usuário deve procurar a unidade de saúde mais próxima da sua casa, portando identidade, CPF e comprovante de endereço. Caso o usuário não tenha condição de locomoção até a unidade de saúde, como pacientes acamados ou com alguma deficiência, outra pessoa pode fazer o cadastro desde que leve a documentação exigida.

A atualização do cadastro veio a partir da criação do programa Previne Brasil, lançado em 2019 pelo Governo Federal. O programa leva em consideração o número de pessoas cadastradas na Atenção Primária para definir o valor de recursos a ser repassado aos municípios. Ou seja, quanto mais pacientes efetivamente acompanhados com qualidade, mais recursos os municípios recebem. O objetivo é que mais pessoas possam ter acesso a um acompanhamento contínuo de sua saúde pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Antes, a distribuição de recursos era feita com base na quantidade de pessoas residentes e de serviços existentes em cada município, sem considerar o atendimento efetivamente prestado pelas equipes do Programa Saúde da Família (PSF).

Atualmente, a Prefeitura de Uberlândia tem à disposição da comunidade 73 pontos de atenção, que estão divididos entre Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF), Unidade Básica de Saúde (UBS) e ambulatório das Unidades de Atendimento Integrado (UAI). Estes locais oferecem serviços essenciais à saúde da população, como atualização do cartão de vacina, consulta médica com médico generalista ou especialista, acompanhamento de pacientes crônicos, gestantes, crianças e idosos, entre outros. 



 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »