14/12/2020 às 11h58min - Atualizada em 14/12/2020 às 12h47min

​Cadeirante morre ao atravessar avenida Getúlio Vargas em Uberlândia

Idoso de 73 anos foi arrastado pelo carro por cerca de 15 metros na manhã desta segunda (14) próximo à nova trincheira

CAROLINE ALEIXO
Vítima foi atingida por veículo que saía da trincheira da avenida Getúlio Vargas | Foto: Diário de Uberlândia
Um idoso de 73 anos morreu ao ser atropelado na avenida Getúlio Vargas, na manhã desta segunda-feira (14), no bairro Tubalina. A vítima era cadeirante e foi arrastada por cerca de 15 metros com o impacto da batida.

Segundo as primeiras informações, o idoso atravessava a via em um local sem faixa de pedestres e a motorista, que saía da trincheira no trevo Ivo Alves, conhecido como Trevo do Topas, não conseguiu frear a tempo e atingiu a vítima.

O homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Testemunhas relataram que o idoso estava indo para uma consulta agendada na Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro Planalto.  

A câmera de segurança de um estabelecimento comercial das proximidades flagrou o momento do acidente. Pelas imagens é possível ver o idoso na cadeira de rodas aguardando alguns minutos às margens da via. Um terceiro veículo chega a reduzir a velocidade e, em seguida, ele tenta fazer a travessia, quando é atingido por um dos carros e arremessado para fora do equipamento. Veja vídeo abaixo. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), a motorista do carro relatou que teve pouca visibilidade ao sair da trincheira e não viu o idoso atravessando a avenida. Ainda não há informações se o veículo trafegava na velocidade máxima permitida. 

A polícia informou que no local há acidentes com frequência e muitos motoristas reclamam da dificuldade de visualizar a pista durante o trajeto na saída da trincheira, em razão do nível inferior da estrutura. 

 
O OUTRO LADO 
Em nota, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran) lamentou o ocorrido e informou que o local está devidamente sinalizado, com sinalização de parada obrigatória nas laterais e limite de velocidade. “Inclusive, tem-se observado que os acidentes têm ocorrido devido à imprudência e à falta de observação da sinalização das vias”, disse.

A Settran reforçou ainda para que os motoristas conduzam o veículo com prudência, em conformidade com o trânsito da via por onde se trafega, e conforme o que estabelece o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). 


A trincheira foi concluída neste ano e entregue em agosto, fazendo parte do programa Uberlândia Integrada II, com o investimento de R$ 12 milhões. Segundo o Município de Uberlândia, a obra tinha como objetivo otimizar o tráfego no local, que conta com um fluxo de aproximadamente 100 mil veículos diariamente.







 
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »