01/12/2020 às 08h45min - Atualizada em 01/12/2020 às 08h45min

Uberlândia deve chegar a um milhão de habitantes em 2044, aponta CEPES

Estimativa é baseada em dados que o IBGE envia ao Tribunal de Contas da União (TCU) anualmente

SÍLVIO AZEVEDO

Por conta da pandemia, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ainda não realizou o censo que mostrará os números populacionais do país. Mas, um estudo feito pelo Centro de Estudos, Pesquisas e Projetos Econômico-Sociais da Universidade Federal de Uberlândia (CEPES-UFU) mostrou uma estimativa desse crescimento demográfico para a cidade. De acordo com a projeção, Uberlândia pode atingir a marca de um milhão de habitantes em 2044, caso o município mantenha o mesmo ritmo de expansão.

Além de Uberlândia, o estudo apresentou estimativas populacionais das Regiões Geográficas Intermediárias (RGI) de Uberaba e Patos de Minas. Ao todo, foram analisados dados do próprio IBGE de 87 municípios das três regiões nos anos censitários de 2000, 2010 e 2020, que foi adiado para 2021.

A região de Uberlândia, que possui 24 municípios, tem uma população estimada de quase 1,2 milhão de habitantes, um crescimento anual de 1,14% em relação ao dado de 2010, que era 1,34% maior do que apontado de 2000 a 2010.

No município de Uberlândia, o maior do interior do estado, o crescimento populacional foi de 39,5%, passando de 501.214 em 2000 para 587.266 em 2010, sendo que a estimativa é de que o próximo censo aponte uma população de 699.097. Além dos dados gerais, o estudo detalha situação de domicílio, urbano e rural.

A base da pesquisa são as estimativas que o IBGE envia para o Tribunal de Contas da União, para justificar as distribuições de recursos federais e estaduais. Segundo o economista Luiz Bertolucci, coordenador do CEPES, os números divulgados pelo IBGE não refletem a realidade, pois o instituto utiliza métodos próprios e analisa o estado como um todo, sendo que Minas Gerais, tradicionalmente, tem crescimento menor que o município de Uberlândia.

“A gente fez o boletim porque o IBGE não divulga as taxas de crescimento, levando em consideração as estimativas, e é bom para os gestores públicos terem noção do ritmo de crescimento do município e, também dos municípios do entorno. Pegamos a estimativa do IBGE e organizamos, tanto para o município de Uberlândia, que é polo, tanto para os do entorno, que fazem parte da Região Geográfica Intermediária de Uberlândia (RGI-Udi)”.

Sobre a discrepância dos dados de crescimento levantados pelo IBGE e apontados por Luiz Bertolucci, enquanto Uberlândia cresceu 39,5% entre 2000 e a estimativa de 2020, Minas Gerais chegou a “apenas” 19,5%, e o Brasil a 24,65%.

O economista também afirma que o crescimento de Uberlândia, muito acima das demais cidades da RGI-Udi, advém do saldo migratório positivo da cidade, que é histórico, muito por causa da vinda, principalmente de moradores de outras cidades do Triângulo Mineiro, em sua maioria jovens e adultos, entre 20 e 50 anos, em busca de melhores condições de educação e emprego.

“Uberlândia cresce por efeito vegetativo, com nascimentos de crianças, mas também por migração. É tida por uma região de passagem, com um grande volume de imigrantes que passam por aqui, e alguns fixam residência. Quando o senso for feito, vamos conseguir identificar se realmente foi pela migração e também de onde vieram esses migrantes, se realmente são os mais jovens que se inseriram no mercado de trabalho e para onde foram os que saíram daqui. Normalmente, Uberlândia ganha muito migrante da região como um todo, mas perde para São Paulo e regiões de expansão agrícola, mais o Centro-Oeste e Norte do país”.

Ainda na estimativa de Bertolucci, se o município mantiver o ritmo de crescimento alcançará um milhão de habitantes em 2044. “Os números mostram que não estamos crescendo como nos anos 1990 e 2000, mas num ritmo mais lento. Se continuar essa taxa de 1,49% ao ano, vamos chegar a um milhão em 2044 e dobraria de tamanho, 1,4 milhão habitantes por volta de 2067”.

O boletim completo pode ser conferido aqui.


VEJA TAMBÉM:

População de Uberlândia passa de 699 mil habitantes, aponta IBGE


 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »