10/11/2020 às 10h51min - Atualizada em 10/11/2020 às 10h51min

Mudança de gestão gera revolta de funcionários do Centro ao Diabético em Uberlândia

Missão Sal da Terra assumiu administração do Cmad no lugar da SPDM; equipe multiprofissional está sendo remanejada

DHIEGO BORGES
Unidade fica na rua Tenente Rafael de Freitas, nº 530, no Bairro Patrimônio | Foto: Arquivo Diário

Funcionários da equipe médica do Centro Municipal de Atenção ao Diabético (Cmad), em Uberlândia, estão insatisfeitos com uma mudança promovida recentemente pela Prefeitura. A administração do espaço, que estava sob a gestão da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), foi transferida para a organização social Missão Sal da Terra.

Uma das funcionárias, que preferiu não se identificar, fez uma postagem nas redes sociais lamentando o fato e destacou à reportagem os prejuízos para os pacientes diabéticos que são acompanhados pelo programa. “É uma equipe multidisciplinar que tem 15 anos de programa. São médicos experientes que têm vínculo com os pacientes. Poderíamos ser sub-rogados para a Sal da Terra caso nos dessem essa opção. Mas, somente a coordenadora permaneceu e ficamos sem entender qual o critério utilizado para isso”, destacou.  

Outra profissional também contou à reportagem que os funcionários se sentiram prejudicados. “Pessoas que moram próximas das unidades e que trabalham há anos nesses locais foram realocadas para unidades distantes de suas residências. Sem contar o prejuízo para a população, pelo vínculo criado entre colaborador e paciente. Falo em relação à humanização e tratamento individualizado, devido ao fato de conhecer as fragilidades de cada paciente”, lamentou.

Pelas redes sociais, outros funcionários também se manifestaram sobre a mudança. Uma das profissionais escreveu: “A equipe toda está muito triste, a semente que plantamos nunca vai morrer, foi com carinho, dedicação e amor pela profissão”.

Nesta segunda-feira (9), o Diário fez contato com a Prefeitura de Uberlândia questionando sobre a mudança. Por meio de nota, a Secretaria de Saúde informou que o processo de mudança da administração do Centro Municipal de Atenção ao Diabético (CMAD) está em fase final e que a mudança foi promovida com a realização da chamada pública 007/2020, que teve a Missão Sal da Terra como vencedora.

Ainda segundo o Município, o novo contrato teve início em julho. A Secretaria esclareceu que não houve interrupção dos serviços e atendimentos oferecidos aos pacientes, tampouco demissão dos colaboradores e que a medida que os funcionários da Missão Sal da Terra foram assumindo, os colaboradores da SPDM foram direcionados, de forma gradativa, para outras unidades administradas pela instituição.

A reportagem também solicitou à Prefeitura uma atualização da administração das unidades e o orçamento disponibilizado para cada uma delas. O Município informou que a Missão Sal da Terra administra todas as unidades do setor sul e o Centro de Atenção aos Diabéticos. A lista completa está disponível no site da Prefeitura. Os demais setores e Hospital e Maternidade Dr. Odelmo Leão Carneiro estão sob gestão da SPDM.

A Secretaria de Saúde não informou, no entanto, o orçamento disponibilizado neste ano para cada uma das unidades. O Centro Municipal de Atenção ao Diabético atende pacientes diagnosticados com Diabetes tipo 1 e oferece insumos e medicamentos para pessoas em tratamento do Diabetes tipo II. A unidade fica localizada na rua Tenente Rafael de Freitas, nº 530, no Bairro Patrimônio, e funciona das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira.


VEJA TAMBÉM:

Candidatos de Uberlândia receberam auxílio emergencial


Carta com suposta confissão foi encontrada após morte de mulher no bairro Roosevelt

 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »