25/09/2020 às 11h15min - Atualizada em 25/09/2020 às 11h15min

​Regiões produtoras de café no Brasil: Confira dados e curiosidades

PUBLIEDITORIAL
Mundialmente falando, o Brasil é um dos principais países exportadores e produtores de café. O contínuo crescimento no consumo das especialidades potencializam cada vez mais as regiões produtoras de café no Brasil. E não é para menos, o cafezinho faz parte da cultura do povo brasileiro, com seu cheirinho tão marcante e vívido.

Conhecer a história da segunda bebida mais solicitada em lanchonetes, cafeterias e padarias, é muito importante. Os aspectos culturais no Brasil fazem parte do dia a dia, mas nem todos conhecem suas origens e importância.

Veja quais são as regiões produtoras de café no Brasil: Confira dados e curiosidades.

Essa postagem é baseado na postagem dados sobre café no Brasil do site ReviewCafé

Chegada ao Brasil

Durante a expedição à Guiana Francesa, o café chegou no país no decorrer de 1720. O cultivo dos grãos de café alastrou-se depressa pelas oportunidades de negócio e pelo bom clima natural da época.

Naquele período, o governante conhecido como João da Maia Gama ordenou que conseguissem algumas mudas de café na Guiana Francesa. Depois de um tempo, e de histórias curiosas, o Sargento Francisco de Mello Palheta obteve êxito na missão.

Com os evidentes avanços do cultivo de café nas regiões da Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Maranhão, a economia foi aquecida pela produção de café.

Mas, atualmente, você sabe quais são as regiões produtoras de café no Brasil? Saiba agora mesmo!

Produção no Estado de Minas Gerais

Cerrado de Minas
A qualidade do café produzido nos municípios do Cerrado de Minas tem como característica a estrutura equilibrada, o sabor fino e a leve acidez. Outros destaques ficam por conta das notas de chocolate, nozes e caramelo. 

As cidades ficam situadas na região do Noroeste e do Triângulo Mineiro. As fazendas de café produzem aproximadamente 24 sacas/hectares, levando em conta que são propriedades cultivadoras em um território de 135 mil hectares.

Sul de Minas
Considerado maior centro de produção de café no Brasil, o Sul de Minas apresenta um café adocicado; acidez alta. É encorpado de modo aveludado, com notas de amêndoas, chocolate, caramelo, frutadas e cítricas. Por lá, o café cultivado é da qualidade arábica, devido às favoráveis realidades climáticas e pelo relevo.

Matas de Minas
A localidade é conhecida pela eficiência em produzir cafés especiais. O território é formado por 63 municípios, posicionados na região leste de Minas Gerais. A maior parte das sacas fornecidas é de café arábica, comparando com a outra especialidade vinda de lá: conilon. 

O sabor tem predominância nos tons doces e cítricos. Revelando um paladar ácido, porém equilibrado, com certa persistência.

Produção na Bahia
A produção de café na Bahia teve início nos anos 70. Contudo, hoje em dia é uma das maiores regiões produtoras de café no Brasil. A altitude média regional é de 850 m, tendo até 103 mil hectares em territórios agrícolas. Falando em produção de grãos especiais, a Bahia tem performance destacada no país. Em virtude das características de clima e terreno. 

O café que vem de lá exibe traços duradouros no paladar, estrutura encorpada e levemente adocicada.

Produção em São Paulo
Mogiana

Situada na parte Norte do Estado de São Paulo, Mogiana é uma das maiores produtoras de café no Brasil. A altitude das fazendas de café alcança até 1.000 metros, com temperatura média em torno de 20ºC. A variedade cultivada em Mogiana é 100% arábica.

O café produzido na região mostra um sabor leve e doce, com aroma frutado. Sua estrutura é bem encorpada e marcante.

Produção no Paraná
Ao norte do Paraná, a bebida produzida é 100% arábica, com destaque para as localidades de Apucarana e Arenito. A atividade surgiu na região em meados dos anos 50, ainda assim, continua fornecendo grãos valorizados no mercado cafeeiro.

Os principais traços do café vindo do Paraná são: as notas de chocolate e caramelo, incluindo sua suave acidez e aspecto adocicado, de corpo médio.

Produção no Espírito Santo
Com a produção de café robusta em destaque, a região do Espírito Santo é uma das maiores produtoras no país. No presente momento é a segunda maior em todo território nacional. 

A atividade se intensificou nas regiões baixas do estado, com temperaturas mais elevadas. Apresentando uma doçura notável e acentuada, a bebida é mais encorpada e um tanto complexa. Desenvolvida com acidez simples e apurada.

 

* Esta publicação é de responsabilidade do anunciante e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »