14/07/2020 às 09h22min - Atualizada em 14/07/2020 às 09h22min

​Dupla suspeita de roubo de cargas é presa com armas e diversas munições em Uberlândia

Autores sofreram acidente ao tentar fugir da PM, na noite desta segunda-feira (13), na região do Pau Furado

DA REDAÇÃO
Duas armas de fogo, munições e ferramentas foram apreendidas com os autores | Foto: Divulgação/PM
Dois autores, de 29 e 34 anos, foram presos durante perseguição policial na noite desta segunda-feira (13) em Uberlândia. As prisões ocorreram após a Polícia Militar (PM) receber denúncia anônima sobre recorrentes roubos de cargas praticados por integrante de uma organização criminosa que atua na região.

A abordagem ocorreu por volta das 19h15 depois da informação de que um dos autores estaria nas imediações da cidade de Patrocínio e que retornaria a Uberlândia pela BR-365 em um carro branco. 

A polícia então fez o bloqueio da rodovia para abordar os suspeitos e, na altura do bairro Vila Marielza, o carro acessou o anel viário sentido ao bairro Ipanema. Ao avistar a viatura, eles fugiram em alta velocidade.

Houve troca de tiros e os militares acertaram três pneus do veículo. O condutor do veículo acessou o trevo do Pau Furado, quando os autores bateram contra o muro de uma chácara. Os dois ainda tentaram fugir a pé, mas foram alcançados pela polícia. 

Com a dupla foram apreendidas duas armas de fogo carregadas e 19 munições. Em uma mochila, os militares localizaram carregadores com mais 16 munições, cartuchos calibre 9 mm e 38 mm, um equipamento utilizado para localizar rastreadores de veículos e várias ferramentas como chaves de fenda e alicate.  

Foi verificado ainda que o carro em que os autores estavam estava com as placas clonadas, sendo produto de crime em novembro do ano passado, em Uberlândia. 

Em razão da ocorrência, os policiais sofreram escoriações leves e os autores, após o acidente, foram socorridos até a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro Tibery. Depois de serem medicados, foram levados até a delegacia de plantão da Polícia Civil.







 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »