13/02/2020 às 17h39min - Atualizada em 13/02/2020 às 17h39min

Pré-candidatos buscam qualificação para a disputa eleitoral

Das 1.400 vagas oferecidas pelo RenovaBR em curso de formação política, cinco são de Uberlândia

SÍLVIO AZEVEDO
Curso de formação política teve 31 mil inscritos ano passado para 1.400 vagas | Foto: Divulgação
As eleições municipais deste ano deverão atrair um grande número de candidatos em Uberlândia, especialmente para o Legislativo, que teve o último período marcado por escândalos e acusações de corrupção envolvendo agentes políticos.

Com isso, muitos postulantes aos cargos eletivos estão se preparando através de cursos e atualizando processos e projetos eleitorais. Um dos mais concorridos do país é o curso oferecido pela escola de formação política RenovaBR, em que o ingresso é feito por meio de um concorrido processo seletivo.

Nas turmas de 2019, foram mais de 31 mil inscritos para 1.400 vagas. Cinco delas, ocupadas por pessoas de Uberlândia de olho em uma cadeira na Câmara Municipal. Um deles é o biólogo Gustavo Malacco, que buscou um curso de formação política independente.

“Entendo que é muito importante para qualquer cidadão comum que almeje um cargo no Executivo ou Legislativo, buscar preparação, capacitação, entender a questão de gestão pública, de temas importantes no cotidiano da cidade e, a princípio, quando pesquisei a respeito do RenovaBR era isso que a escola suprapartidária oferecia”.

E para conseguir uma das vagas no módulo avançado, a segunda etapa do processo, os candidatos tiveram que passar por um curso de quase 100 horas, entre agosto e setembro de 2019, e serem aprovados. Em seguida, veio uma entrevista e a conquista da vaga.

“Daquelas 1.400 pessoas, formaram cerca de 1.100, e 620 passaram para a segunda etapa. O curso continua, começou no último final de semana e vai de fevereiro até maio, com encontros presenciais e aulas online. Agora tem a capacitação mais objetiva no campo que se coloca na pré-candidatura que almeja”, disse Malacco.

O estudante de direito José Augusto Venâncio Bárbara também buscou se qualificar pensando nas eleições de outubro. O jovem 19 anos acredita que a política precisa ser renovada e que, portanto, tem muito a contribuir para essa mudança.

“Como eu acredito que a política precisa ser renovada, transformada, o curso apareceu como uma solução para minha preparação. Como tenho 19 anos, muitas vezes as pessoas acreditam que a juventude não entende de muita coisa e não está à frente dos desafios. O curso trouxe esse sentimento de poder me preparar cada vez mais para disputar uma eleição”.

Entre as qualidades de um legislador, José Augusto sente que falta uma preparação melhor dos agentes políticos sobre suas funções e a forma de trabalho. “Hoje vejo que tem uma certa carência dos vereadores de preparação, conhecimento. Ainda mais a situação que a Câmara vive hoje, nada mais justo que candidatos preparados, que realmente sabem o que vão fazer, quais suas devidas funções, que é legislar, fiscalizar e representar, principalmente fiscalizar o Executivo. O vereador tem que trabalhar para a população e não em benefício próprio”, diz.

Segundo o diretor de seleção do RenovaBR, Rodrigo Cobra, a procura por uma vaga é muito grande, principalmente de pessoas que querem uma formação política visando propor algo diferente.

 
“A gente nota que existe público procurando informação, uma escola de formação política. Dado o cenário nacional, a gente ter 31 mil pessoas vendo a situação do Brasil e se colocar à disposição para servir, para representar, a felicidade é grande. É assim que a gente enxerga esse movimento todo buscando uma formação na política”, disse.

A metodologia de ensino da instituição, segundo Rodrigo Cobra, é baseada em três pilares. A comunicação política, uma forma de chegar próximo das pessoas de uma maneira barata, eficiente e proximidade de impacto; a comunicação de liderança, trabalhando com as habilidades para que o aluno se consolide como um líder local ou regional; e a qualificação.

“É ensinar políticas públicas a esses alunos com a perspectiva de dados e evidências, trazer os melhores profissionais para que eles mostrem a verdade para esses alunos baseado em dados e evidências e onde os problemas já foram solucionados para que tenham exemplo, seja no Brasil e no mundo. Logicamente, quando a gente traz um exemplo de outro país, fazemos um comparativo relativo, mostrando a realidade daquela outra localidade e como foi adaptado ao modelo nacional”.

Nas eleições gerais de 2018, o RenovaBR teve 17 alunos eleitos, sendo nove para deputados federais, sete estaduais e um senador. Em Minas Gerais, foram dois representantes na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Além de Gustavo Malacco e José Augusto, também estão no curso da RenovaBR representando Uberlândia os alunos Carolinne Martins Almeida Bernardeli, Alcides Ribeiro da Silva Júnior e Laerte Delfino Magalhães.








 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »