04/12/2019 às 18h01min - Atualizada em 04/12/2019 às 18h01min

Chuvas acima da média estão previstas para dezembro em Uberlândia

Meteorologista aponta que mais tempestades são esperadas para o período; desde o início do mês já foram computados mais de 90 milímetros de precipitações

BRUNA MERLIN
Verão começa no dia 22 de dezembro e deve trazer temporais e altas temperaturas | Foto: Sílvio Azevedo
Chuvas acima da média estão previstas para o mês de dezembro em Uberlândia. Uma prévia do que pode acontecer até o fim do ano foi registrada nesta terça-feira (3), sendo computados cerca de 30 milímetros de volume de chuva em pouco mais de duas horas de um forte temporal na cidade.

Segundo o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Cléber Souza, as condições ocorrem devido à proximidade do verão que começa no dia 22 de dezembro. A estação é conhecida por proporcionar altas temperaturas e tempestades durante o período da tarde.

“É esperado mais chuvas do que as que aconteceram nos meses da primavera, que ocorre do dia 23 de setembro a 21 de dezembro e traz bastante precipitações. Também há expectativa de que o volume de chuva seja maior do que o registrado no ano passado”, explicou Souza.

Desde o início da primavera até o dia 30 de novembro foram registrados quase 360 milímetros de chuva. Já do dia 1º de dezembro até agora foram computados 96,6 milímetros de precipitações na cidade, de acordo com as estatísticas do Inmet.

Ainda conforme informações do meteorologista, uma frente fria vindo da região sul do País deve chegar ao município nesta quinta-feira (5). São esperadas chuvas para todos os dias do mês.

PREVISÃO ATÉ O FIM DE SEMANA
Devido à chegada da frente fria, nesta quinta-feira (5), tempestades podem ocorrer a qualquer hora do dia. Elas chegarão acompanhadas de trovoadas, raios e rajadas de vento. As temperaturas máximas ficarão mais amenas, chegando a 26ºC. Já as mínimas ficam em 19ºC.

Na sexta-feira (6), as condições prevalecerão as mesmas, mas as chuvas poderem ocorrer mais no meio da tarde e se prolongarem até o início da noite. Já no sábado (7) e domingo (8), os temporais continuarão com força, mas podem ocorrer também pela manhã. Nos dois dias do fim de semana, os termômetros variam entre 19ºC e 29ºC.

A umidade relativa do ar chegará a 100% pela manhã nos próximos dias. No decorrer da tarde ela cai para 60%.

TEMPORAL
Vias do bairro Morumbi ficaram completamente alagadas | Foto: Sílvio Azevedo

Uma forte tempestade causou transtornos em Uberlândia nesta terça-feira (3). Equipes da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros atenderam chamados de socorro em diversos pontos de alagamento da cidade.
 
Em poucos minutos de chuva diversas regiões da cidade foram atingidas. A região leste foi a mais afetada pelo temporal e as ruas Serraria, Bateia e Celeiro do bairro Morumbi ficaram cobertas por água. Na rua Serraria, uma família ficou ilhada dentro de uma casa que foi atingida com a grande quantidade de enxurrada. Na via Pequis, uma árvore caiu sobre a rede de energia elétrica.

Alagamentos também foram registrados na rua Monteiro Lobato no bairro Minas Gerais e na avenida João Pinheiro próximo ao Centro. Na avenida Balaiadas, no Marta Helena, o motorista de um veículo ficou preso durante alagamento sob o pontilhão. O Corpo de Bombeiros também foi acionado para retirar uma árvore que caiu no bairro Cruzeiro do Sul e interditou a avenida Central.

CUIDADOS
Prefeitura orienta população sobre descarte irregular de lixo que provoca entupimento de bueiros e bocas de lobo | Foto: PMU/Divulgação


Não é de hoje que presenciamos diversas vias da cidade ficarem alagadas durante as fortes chuvas. Devido a isso, a Defesa Civil e a Prefeitura alertam a população para cuidados que devem ser tomados para evitar maiores transtornos.

De acordo com um Plano Preventivo Pluviométrico realizado pela Defesa Civil, a cidade de Uberlândia tem 43 vias consideradas pontos de alto risco de alagamento. As principais são avenidas Rondon Pacheco, Anselmo Alves dos Santos, Getúlio Vargas e travessias do Córrego Lagoinha e Córrego do Lobo. Confira os locais de interdição e desvios em caso de eventuais alagamentos: 

- Avenida Cesário Alvim cruzamento com a ruas Alagoa e Paraná
Desvio: BR-050 e BR-365, sentido Bairro Tibery

- Avenida João Naves de Ávila cruzamento com a Rua Prata
Desvio: Rua Joaquim Cordeiro

- Avenida Rio Branco cruzamento com a Rua Olegário Maciel
Desvio: Avenida Rio Branco sentido Rua Duque de Caxias

- Avenida Marcos de Freitas Costas cruzamento com a Rua João Thomaz de Rezende
Desvio: Rua Thomaz de Rezende
 
A Prefeitura também pede ajuda dos moradores para que o hábito de descartar lixo de forma irregular seja diminuido já que os resíduos são um dos principais causadores de entupimento dos bueiros e bocas de lobo, que resulta nas enxurradas e alagamentos, principalmente em pontos mais baixos do município.

Há vários serviços disponibilizados pela Prefeitura que, se utilizados corriqueiramente, auxilia os órgãos públicos no trabalho de limpeza urbana. Para recolher objetos descartados, como sofás, TVs, guarda-roupa, cama, mesa e móveis em geral é disponibilizado o ‘Cata-treco’, que pode ser acionado pelo telefone (34) 3212-5356. Por esse mesmo número também é possível solicitar o recolhimento de galhos em vias públicas e animais mortos de grande porte. Para os de pequeno porte o contato deve ser feito pelo Ligue Fácil Dmae, no telefone 115.

Para solicitar capina, roçagem, varrição ou limpeza de algum lugar específico, o contato deve ser feito no Serviço de Informação Municipal (SIM), pelo telefone (34) 3239-2800, de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. 

As equipes da Defesa Civil trabalham em esquema de plantão em períodos de tempestades. Em caso de emergência, basta entrar em contato com o órgão pelo número 199.







 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »