26/11/2019 às 13h40min - Atualizada em 26/11/2019 às 13h40min

Marcelo Cunha assume cargo de Ismar Prado na Câmara de Uberlândia

Sessão especial para a posse aconteceu na manhã desta terça-feira (26); Ismar Prado renunciou ao cargo após acordo com o Gaeco

NILSON BRAZ
Esse é o primeiro mandato de Cunha como vereador | Foto: Denilton Guimarães/Divulgação
Tomou posse, na manhã desta terça-feira (26), o suplente de vereador Marcelo Mendes Cunha (PPL). O advogado assume o cargo depois da renúncia de Ismar Prado (PMB) investigado na operação O Poderoso Chefão.

A sessão especial para a posse aconteceu no plenário da Câmara Municipal e contou com a presença de familiares de Marcelo e autoridades convidadas. Esteve também presente o vice-prefeito de Uberlândia, Paulo Sérgio Ferreira. Representantes dos grupos de situação e oposição ao governo municipal deram as boas-vindas ao novo vereador.

Cunha é bacharel em Direito e antes de assumir como vereador atuava como assessor jurídico parlamentar ao gabinete do ex-vereador Ismar Prado. Ele recebeu 1.002 votos no último pleito e era o primeiro suplente da coligação a qual pertencia Prado. Este será o primeiro mandato dele como vereador.

RENÚNCIA
Na última quinta-feira (21), o ex-vereador Ismar Prado confessou os desvios da verba indenizatória entre os anos 2016 e 2018 por meio da empresa Ideal Assessoria e Serviços, apontada como de fachada nas investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Uberlândia. Com o acordo de não-persecução penal feito com o Ministério Público Estadual (MPE), Prado teve que renunciar ao cargo de vereador da Câmara Municipal. O protocolo do pedido de renúncia foi feito um dia após a confissão, sendo oficializado nesta segunda-feira (25). 





 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »