27/11/2019 às 08h00min - Atualizada em 27/11/2019 às 08h00min

Confederação Brasileira define formato da divisão de acesso ao NBB

A segunda edição do Campeonato Brasileiro de Basquete contará com a participação de 14 equipes

EDER SOARES

 
Conforme o Diário de Uberlândia já havia antecipado na edição do dia 8 deste mês, após um hiato de cinco anos pelo fechamento do Unitri/Uberlândia, a cidade de Uberlândia terá novamente uma equipe profissional de basquete. Dessa vez, quem representará o município será o time Praia Clube/Colégio Gabarito. Em 2020, a equipe praiana disputará o Campeonato Brasileiro de Basquete Masculino, divisão de acesso ao Novo Basquete Brasil (NBB), que é a elite do basquete nacional.

A informação, anteriormente já confirmada para a nossa reportagem através do presidente do Praia, Guto Braga, foi divulgada de forma oficial, ontem, pela assessoria do clube. O diretor de esportes do Praia, Breno Merolla, concederá entrevista coletiva ainda nesta semana para falar sobre a formação da equipe uberlandense que buscará o acesso ao NBB.

O torneio terá 14 equipes, de seis estados, divididos em duas conferências, a "Verde" e "Amarela", com embates em turno e returno. A bola sobe em fevereiro de 2020 e o campeão será definido em formato de Final Four – as quatro melhores equipes duelam em uma sede a ser escolhida.

A competição tem o objetivo de aumentar o número de times jogando basquete profissional no país. Estão confirmados: Brusque, Blumenau, Joinville e Black Star, todos de Santa Catarina; São José dos Pinhais, Ponta Grossa, Maringá e Campo Mourão, do Paraná; Liga Sorocabana, Osasco e Pinheiros, de São Paulo; Cerrado Basquete, de Brasília; Anápolis, de Goiás e o Praia Clube, representando Minas Gerais. Na primeira edição da competição, disputada neste ano, participaram somente oito equipes.

 O Presidente da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), Guy Peixoto, comentou sobre a disputa e a projeção da mesma. “Começamos um resgate do basquete brasileiro. A ideia é aumentar o número de equipes jogando basquete no adulto. Nos próximos anos, nosso objetivo é chegar a 40 equipes, para que mais jovens possam ter a oportunidade de seguir a carreira, ganhar uma chance no profissional e também para que possamos revelar cada vez mais jogadores para a nossa Seleção”, disse o dirigente.
 
FÓRUMULA DE DISPUTA
Na primeira fase, os grupos vão se enfrentar em duelos de turno e returno, dentro das próprias conferências. Os dois melhores de cada uma avançam direto às quartas de final. O terceiro, quarto, quinto e sexto colocados, em cada conferência, vão se enfrentar em um duelo único de mata-mata, na casa do clube de melhor campanha, cruzando as conferências para definir assim os outros quatro classificados.

As quartas de final serão disputadas em melhor de três jogos, com os primeiros colocados encarando o vencedor do duelo entre o 4ºx5º, e os segundos colocados pegando quem triunfar do confronto entre 3ºx6º. Para potencializar a emoção, os quatro semifinalistas vão se enfrentar no formato de Final Four para definir o campeão.

Nas próximas semanas, o departamento técnico da entidade máxima do basquetebol brasileiro divulgará a tabela detalhada e também as datas das quartas de final, dos duelos eliminatórios e do Final Four. Os diretores do campeonato são Ely Toscano e Oscar Archer. Alex Oliveira é o gerente técnico da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).
 
Conferência Verde
 
Basquete Blumenau-SC
Brusque/FME/Aradefe/Trimania-SC
São José dos Pinhais-PR
NBPG/CCR Rodo Norte/UNISECAL Ponta Grossa-PR
Cerrado Basquete-DF
Basquete Anapolino-GO
Basket Osasco-SP
 
Conferência Amarela
 
Praia Clube/Colégio Gabarito-MG
Basquete Joinville-SC
Black Star Joinville-SC
Viptech Campo Mourão Basquete-PR
ADRM/Maringá-PR
Esporte Clube Pinheiros-SP
LSB/FLEX/PMS-SP








 
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »