08/11/2019 às 08h37min - Atualizada em 08/11/2019 às 08h37min

Uberlândia volta a ter basquete profissional

Praia Clube já confirmou participação no Campeonato Brasileiro, que dará acesso ao Novo Basquete Brasil

EDER SOARES
Competição está prevista para começar em fevereiro | Foto: CBV/Divulgação

Depois de cinco anos, Uberlândia terá novamente uma equipe de basquete profissional. A confirmação foi feita pela Confederação Brasileira de Basquete (CBB) que recebeu em sua sede no Rio de Janeiro, na noite da última quinta-feira (7), 15 equipes interessadas em disputar o Campeonato Brasileiro de Basquete, divisão de acesso para a o Novo Baquete Brasil (NBB), que é a elite do basquetebol nacional. Destas esquipes, 11 confirmaram presença na competição, entre elas o Praia Clube.

A previsão é que a competição comece no mês de fevereiro e nos próximos dias a CBB divulgará o formato da competição. O campeão do Brasileirão terá a possibilidade de pleitear um posto na Liga Nacional de Basquete 2020/2021, mais conhecida como Novo Basquete Brasil (NBB), competição chancelada pela CBB.

Esta será a segunda edição do Campeonato Brasileiro que substitui a Liga Ouro, antiga divisão de acesso à primeira divisão do baquete nacional.  A última vez que Uberlândia contou com um time profissional de basquete foi em 2015, quando a Unitri Basquete encerrou as suas atividades. O time foi campeão brasileiro em 2004 e sul-americano em 2005 e ainda conquistou 14 títulos do Campeonato Mineiro.

O presidente do Praia Clube, Guto Braga, disse apenas que em breve o clube dará maiores detalhes sobre a nova equipe. O clube já conta com uma categoria de base forte e que disputa competições por todo o país. A ideia do dirigente é que o basquete praiano siga a mesma linha adotada com o time de vôlei, que em 2008 disputou a divisão de acesso da Superliga, foi campeã, fortalecendo o projeto na Superliga, ano a ano, até se tornar uma das forças do esporte nacional. “Em breve faremos anúncio oficial.  Vamos fazer igual ao vôlei, tudo planejado para médio e longo prazo”, disse o presidente praiano.

“O Campeonato Brasileiro coloca mais clubes para jogar em todo o país, chega para agregar e para dar oportunidade e emprego para mais atletas no Brasil. Quanto mais basquete tivermos, melhor. Teremos mais oportunidades para revelar jogadores para nossas seleções e de popularizar o esporte. Ampliar o número de equipes jogando no adulto era uma promessa de campanha e estamos cumprindo”, disse o presidente da CBB, Guy Peixoto.

Estão confirmados no Campeonato Brasileiro Maringá (PR), Ponta Grossa (PR), São José dos Pinhais (PR), Campo Mourão (PR), Blackstar (SC), Joinville (SC), Brusque (SC), Blumenau (SC), Praia Clube (MG), Anápolis (GO) e Cerrado (DF). Esse número já significa um aumento no número de participantes e de partidas. A primeira edição do Brasileirão, em 2019, teve oito equipes, com 60 jogos e 24 partidas transmitidas pela TVN, parceira da competição, com 326 mil de transmissão e média de público de 800 pessoas por jogo.

Após o Congresso Técnico, realizado no Rio de Janeiro, na noite da última quinta-feira (7), ficou definido um prazo de dez dias para a confirmação das equipes do torneio.

Campeonato Brasileiro 2020

Maringá-PR
Ponta Grossa-PR
São José dos Pinhais-PR
Campo Mourão-PR
Blackstar-SC
Joinville-SC
Brusque-SC
Blumenau-SC
Praia Clube-MG
Anápolis-GO
Cerrado-DF
Flamengo-RJ (a confirmar)
Pinheiros-SP (a confirmar)
Osasco-SP (a confirmar)
Liga Nordeste-BA (a confirmar)
Tatuí-SP (a confirmar)








 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »