01/11/2019 às 14h29min - Atualizada em 01/11/2019 às 14h29min

Delegada de Paracatu assume trabalhos na Delegacia de Homicídios de Uberlândia

Thais Regina Silva dará sequência aos trabalhos de Eduardo Leal que foi alvo da Operação Mercúrio

DA REDAÇÃO
Thais Regina Silva esteve à frente do massacre na igreja de Paracatu | Foto: TV MINAS BRASIL
A Delegacia de Homicídios de Uberlândia foi assumida por uma nova delegada. Thais Regina Silva, que atuava em Paracatu, dará sequência aos trabalhos de investigação na cidade. A mudança ocorreu após o ex-delegado Eduardo Leal ser preso na Operação Mercúrio na última semana.

O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (1º) pelo delegado-chefe do 9º Departamento da Polícia Civil, Marcos Tadeu de Brito, em uma entrevista ao Diário durante a inauguração do novo posto de atendimento da Polícia Civil no Center Shopping.

Silva era responsável pela Delegacia de Homicídios na cidade de Paracatu. Ela esteve à frente de casos importantes como o massacre na igreja do município onde um atirador matou a ex-companheira e fiéis no mês de maio deste ano.

“Ela realizou um trabalho excelente em Paracatu e com certeza irá manter essa qualidade de produção e desempenho aqui na nossa cidade”, ressaltou Brito.

OPERAÇÃO MERCÚRIO
O ex-delegado de Homicídios, Eduardo Leal, foi preso no dia 25 de outubro durante a segunda fase da Operação Mercúrio realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). As investigações apontam que ele teria recebido propina de um investigado do Gaeco, cujo valor foi negociado durante confecção de auto de prisão em flagrante em 2014.

Foi cumprido ainda mandado de prisão contra o ex-delegado de Vitor Dantas, que já assumiu a Delegacia de Homicídios e foi preso na Operação Fênix, por também receber vantagem indevida de presos. 












 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »