01/11/2019 às 07h52min - Atualizada em 01/11/2019 às 07h52min

Atletas de Judô e Jiu-Jitsu se unem para promover o bem

Evento em Uberlândia terá exibição de atletas e doações destinadas à ONG responsável pelo Hospital do Câncer

DA REDAÇÃO
"Lutando pela Vida" acontece no campus Santa Mônica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) neste sábado | Foto: Divulgação

Atletas de Judô e Jiu-Jitsu de São Paulo, Uberaba, Uberlândia e Belo Horizonte vão se unir e lutar juntos em um evento esportivo que acontece neste sábado (2), a partir das 12h, no Campus da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), no bairro Santa Mônica. A ideia é que, por meio dos atletas, as diversas academias se unam para promover o bem. O evento recebe o nome de “Lutando pela Vida” e, além das ações no tatame, o encontro do Judô e do Jiu-Jítsu move doações para o Grupo Luta pela Vida, ONG responsável pelo Hospital do Câncer de Uberlândia.

Segundo um dos organizadores, Isaque Barbosa, o evento também se foca na mobilização para doação de sangue e cadastro de doadores medula óssea. “Nosso objetivo é celebrar os valores do esporte de força e solidariedade, dentro e fora do tatame”, disse Barbosa.

O evento se divide em três momentos diferentes: o encontro, que é o pré-treino montado para a integração entre as academias; o intercâmbio, em que dois tatames são montados, um para atletas de Judô e outro para o Jiu-Jitsu, onde os treinos são dirigidos pelos mestres, mas proporciona uma troca de experiência entre todos os participantes; e o encerramento, que será uma confraternização com show ao vivo, com praça de alimentação e bar beneficente que é aberto ao público.

Segundo Barbosa, qualquer pessoa pode assistir ao evento, e principalmente estar na confraternização que irá marcar a mobilização solidária. Já para entrar no tatame é preciso ser atleta ou praticante de artes marciais. “Do faixa branca ao preta, todos são mais que bem-vindos, mas é importante que os atletas já estejam em contato com as técnicas", afirmou.

O objetivo agora, ainda de acordo com Isaque Barbosa, é reunir o maior número de atletas e amigos do esporte. “Gostaríamos de sensibilizar todos os praticantes e atletas dessas modalidades de luta. É uma causa nobre”.
 
ESPAÇO CONHEÇA UMA HISTÓRIA
O “Lutando pela Vida” terá um espaço especial para pessoas que queiram conhecer histórias de vida. Em parceria com a ONG Bella Aquarela, alguns atletas como o jogador Neto, melhor do mundo do Futsal em 2012, Lael Rodrigues, CEO de uma importante organização social em São Paulo e faixa preta convidado do evento, além de outras personalidades da região, estarão presentes para trocar ideias e contar suas histórias de superação.

ESPAÇO PAR PERFEITO
O evento ainda traz um espaço idealizado pelas ONGs Salve Mais Um, 5ml de Solidariedade e Grupo Luta Pela Vida com o propósito de conscientizar sobre o cadastro de doador de medula óssea e fazer novos  cadastros de doadores para o Hemocentro de Uberlândia.

Para participar o atleta ou praticante pode optar por planos que variam de R$ 40 a R$ 50, e move obrigatoriamente uma doação direta ao Hospital do Câncer, através do site disponível na página de Instagram do evento.






 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »