13/10/2019 às 10h36min - Atualizada em 13/10/2019 às 10h36min

Uberlândia sobe em lista de melhores para investir

Em 46°, Município recupera posições em ranking publicado pela Exame

SÍLVIO AZEVEDO
Uberlândia tem posição de destaque em infraestrutura, ocupando a 7ª colocação | Foto: Cleiton Borges/Secom/PMU
Depois de despencar do 27º para o 65º lugar entre as 100 melhores cidades brasileiras para investir no ano passado, Uberlândia melhorou seu rendimento e, em 2019, se encontra em 46º lugar, na sexta edição do estudo Melhores Cidades para se Fazer Negócio, realizado pela empresa de consultoria Urban Systems e publicado pela revista Exame. O resultado geral do estudo mostrou Uberlândia a frente de capitais como Salvador (54º), Manaus (70º), Fortaleza (81º), Campo Grande (82º), Aracaju (89º), Teresina (94º), João Pessoa (95º) e São Luís (97º), mas atrás de Uberaba (39º).

O estudo da Urban System mede o potencial econômico das cidades com mais de 100 mil habitantes através de uma avaliação considerando fatores sociodemográficos, econômicos, financeiros, de transporte, infraestrutura e serviços. Também aponta posicionamento de quatro tópicos: desenvolvimento econômico, social, capital humano e infraestrutura.

Entre os quatro tópicos estudados, Uberlândia se destaca no quesito infraestrutura, como a sétima com mais facilidades para o desenvolvimento de empresas e negócios de diversos segmentos, avaliando indicadores como infraestrutura básica e telecomunicação. Em 2018, a cidade estava na 20ª colocação.

Já no desenvolvimento econômico, que aponta 15 indicadores como depósitos em poupança, financiamento, PIB per capita, renda média dos trabalhadores formais e crescimento da frota de automóveis, o município não aparece na lista. Na edição anterior estava em antepenúltima posição.

No índice Capital Humano, Uberlândia perdeu cinco posições em relação a 2018, se posicionando na 77ª posição, mas no Desenvolvimento Social pulou da 52ª para 42ª posição.

Por meio de nota, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Raphael Leles, informou que não teve acesso à íntegra da pesquisa com o detalhamento necessário para poder analisar os dados e que solicitou as informações à empresa de consultoria. “Ter acesso à base de dados da pesquisa com todas as cidades é extremamente importante para a confiabilidade e a transparência do resultado, e para que tenhamos condições de saber se algo é passível de comemoração, questionamento ou mesmo em que aspecto podemos trabalhar para melhorar”.

Leles ainda informou que a secretaria busca ter conhecimento de pesquisas para auxiliar na elaboração de ações da Prefeitura. “Neste sentido, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo tem se atentado a pesquisas desenvolvidas por órgãos governamentais e outros reconhecidos, que fornecem sua base de dados da pesquisa de forma pública, para que possamos sugerir ações da Prefeitura."
 

Classificação de Uberlândia no estudo Melhores Cidades para se Fazer Negócio 2019/2018
 

TÓPICO

2018

2019

Ranking geral

65°

46°

Desenvolvimento econômico

98º

Não aparece

Capital humano

72º

77º

Desenvolvimento social

52º

42º

Infraestrutura

20º

 







 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »