11/09/2019 às 12h12min - Atualizada em 11/09/2019 às 12h52min

​Estado confirma mais um caso de sarampo em Uberlândia

Até o momento foram dez registros na cidade de um total de 18 em todo o estado de Minas Gerais

CAROLINE ALEIXO
Município tem reforçado busca ativa e demais ações de vacinação contra a doença na cidade | Foto: Secom/PMU/Divulgação
O boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (11) pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) traz mais um caso de sarampo confirmado em Uberlândia. Dez casos da doença já foram registrados na cidade neste ano e pelo menos 58 seguem em investigação. Não houve nenhum óbito em decorrência de sarampo. 

Segundo as informações do governo estadual, todos os registros da doença na cidade, confirmados até o momento, fazem parte de uma mesma cadeia de transmissão. O vírus foi transmitido por um morador de Araras, no interior de São Paulo, que estava na cidade prestando serviço de manutenção em equipamentos de saúde no setor privado.

Os pacientes diagnosticados tiveram contato com o trabalhador e passaram a apresentar sinais e sintomas característicos da doença. No último boletim, divulgado na semana passada, o Estado informava sobre um caso que provavelmente seria confirmado, além de nove já diagnosticados.

Não há informações sobre a idade do paciente e a região em que foi registrado o 10º caso. 

CASOS EM INVESTIGAÇÃO
O assessor técnico da Rede de Urgência e Emergência de Uberlândia informou, na última semana, que 58 casos suspeitos da doença seguiam em investigação na cidade. O Diário apurou que um deles se trata de uma bebê de nove meses, que reside no bairro Osvaldo Rezende. 

A mãe da criança chegou a conversar com a reportagem e contou que toda a família foi vacinada após a criança apresentar os sintomas. Há ainda outro caso em investigação de
 um menino de aproximadamente oito anos, morador do bairro Jardim Canaã.


Desde o último sábado, as salas de vacina das Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) dos bairros Martins, Tibery, Pampulha e Luizote de Freitas, em Uberlândia, passaram a funcionar em horário extra das 8h às 13h. O objetivo é atender principalmente as pessoas que não conseguem procurar uma unidade de saúde durante a semana. Além do bloqueio vacinal realizado na regiões onde há suspeita da doença, outras ações de imunização estão sendo reforçadas pelo Município. 

MINAS GERAIS
Em todo o estado são 18 casos confirmados da doença sendo pacientes residentes em em Juiz de Fora, Betim, Pedralva e Jundiaí (SP), cujo diagnóstico foi realizado pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) em Belo Horizonte. Outros quatro casos foram registrados no primeiro trimestre do ano nas cidades de Belo Horizonte, Contagem e Betim. A cadeia de transmissão foi um viajante da Europa. 

Desde o início do ano foram 489 casos suspeitos de sarampo em 135 municípios mineiros. Além dos cconfirmados, 183 foram descartados e 288 estão em investigação. 


SARAMPO
O sarampo é uma doença viral infecciosa transmissível que atinge principalmente crianças. A enfermidade começa inicialmente com febre, manchas avermelhadas que se distribuem de forma homogênea pelo corpo e sintomas respiratórios e oculares.

No quadro clínico clássico, as manifestações incluem tosse, coriza, rinite aguda, conjuntivite, fotofobia e manchas de koplik que são pequenos pontos esbranquiçados presentes na mucosa oral. A evolução da doença pode originar complicações infecciosas com amigdalites, otites, sinusites, encefalites e pneumonia, que podem levar à óbito. As complicações frequentemente acometem crianças desnutridas e menores de um ano de idade.

A transmissão ocorre de pessoa a pessoa por meio de secreções presentes na fala, tosse, espirros ou até mesmo respiração. Na presença de pessoas não imunizadas ou que nunca apresentaram sarampo, a doença pode se manter em níveis endêmicos, produzindo epidemias recorrentes.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »