02/09/2019 às 11h33min - Atualizada em 02/09/2019 às 12h28min

Operação policial conjunta apreende meia tonelada de maconha em Patos de Minas

Ação conjunta da PC, PRF e PF resultou ainda na prisão de dois homens; ação aconteceu nesta segunda (2) e droga foi levada para a PF em Uberlândia

IGOR MARTINS
Uma coletiva de imprensa foi realizada na sede da PF em Uberlândia na manhã desta segunda (2) | Foto: Igor Martins

Uma operação conjunta desencadeada pela Polícia Civil (PC), Polícia Federal (PF) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) resultou na apreensão de mais de meia tonelada de maconha e na prisão de dois homens em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, na manhã desta segunda-feira (2).

As investigações policiais começaram há cerca de dois meses, a partir da denúncia de que drogas vindas do Mato Grosso do Sul estavam sendo destinadas às regiões do Triângulo e Alto Paranaíba. Dois veículos foram utilizados no ato criminoso. Um deles funcionava como uma espécie de batedor, fazendo a segurança do comparsa. O outro automóvel, onde estavam os mais de 500 kg da droga, era produto de crime.

Segundo a inspetora da PRF, Jane Santos, o carro foi localizado próximo a Patos de Minas. Foi dada a ordem de parada ao condutor do veículo, que ignorou e tentou evadir do local. Pouco depois, foi realizada a abordagem e o produto foi localizado na carroceria do automóvel, tampado com uma lona.

De acordo com o tenente da PM, Paulo José de Azevedo, e o delegado chefe da PF de Uberlândia, Almir Clementino Soares, as investigações continuam com a tentativa de localizar mais integrantes do esquema de tráfico de drogas interestadual. “Os criminosos serão ouvidos pelo delegado de plantão e vão passar por exames no Instituto Médico Legal (IML). Posteriormente, serão encaminhados ao presídio Jacy de Assis”, disse Soares.


Droga foi levada à sede da Polícia Federal (PF) | Foto: PF/Divulgação

Ele afirmou ainda que o laudo pericial definitivo será realizado o mais breve possível, levado ao Poder Judiciário e solicitado para que seja feita a destruição do material entorpecente. A pena prevista para o crime de tráfico é de até 15 anos, enquanto o de receptação pode chegar a quatro anos.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »