30/08/2019 às 18h37min - Atualizada em 30/08/2019 às 18h37min

​Dmae informa conclusão das obras na rede pluvial do bairro Shopping Park

Melhorias ocorrem após determinação judicial; 25 bocas de lobo foram instaladas, além de válvulas de retenção de refluxo

DA REDAÇÃO
Bocas de lobo foram instaladas próximo à avenida Antônio Carlos Martins Ribeiro | Foto: PMU/Divulgação
O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) concluiu a instalação de 25 bocas de lobo nas ruas de maior declividade na próximo à avenida Antônio Carlos Martins Ribeiro, no bairro Shopping Park, em Uberlândia. Também já foram instaladas oito válvulas de refluxo em residências da avenida. A via receberá, ainda, um novo grelhão (estrutura de escoamento) nos próximos meses.

As obras visam melhorar a captação das águas pluviais no período chuvoso, evitando alagamentos nas vias e residências, e fazem parte do conjunto de medidas definidas junto à Justiça Federal. As melhorias também incluem uma nova rede pluvial, a ser executada pelas construtoras do empreendimento. 

No primeiro semestre, os engenheiros da autarquia acompanharam o perito em visita ao bairro para identificação de eventuais problemas e sugestões de melhorias nas vias e residências do bairro.  

O gerente de Drenagem Pluvial do Dmae, Cleyton Silas Martins, explicou que as bocas de lobos foram significativamente ampliadas. “Estas novas características na estrutura serão de grande auxílio no escoamento da água pluvial. Consequentemente, estamos melhorando a qualidade de vida da população, oferecendo segurança e bem-estar em dias chuvosos”, afirmou.  
               
PROJETO
A Prefeitura de Uberlândia ficou responsável pelo projeto de captação de águas pluviais, com as respectivas licenças, na rua Antônio Carlos Martins Ribeiro em confrontação com as avenidas Rio Acima e Nicomedes Alves do Santos e nas ruas de maior declividade, perpendiculares à avenida. 

O projeto já foi já foi finalizado e entregue. A execução da rede de drenagem está a cargo das construtoras credenciadas. A previsão é que até 30 de novembro todas as obras estejam concluídas. Após a conclusão da rede pelas construtoras, a autarquia também fornecerá um tubo metálico para lançamento da água no rio Uberabinha. 

ENTENDA
O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública apontando diversos problemas, entre eles, a invasão de água de enxurrada em residências devido ao refluxo da rede de esgoto. 

Em audiência na Justiça Federal, foi acordada a solução desses e outros pontos que levavam riscos aos moradores do bairro. Estavam presentes representantes de quatro construtoras, da Caixa, da Prefeitura, do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) e do MPF. 

O termo da audiência mostra que o juiz federal Osmar Vaz de Mello da Fonseca Júnior acertou entre as partes ações como o projeto de captação de água pluviais no entorno da rua Antônio Carlos Martins Ribeiro, o qual já é executado. 

O acordo envolve a Prefeitura, Dmae e construtoras acionadas na ação civil pública. Com o trato, o MPF renuncia o direito de reivindicar o dano moral coletivo a vícios construtivos em relação às construtoras, ao Município de Uberlândia, bem como ao Dmae.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »