02/08/2019 às 17h05min - Atualizada em 02/08/2019 às 17h05min

No sufoco, Brasil vence Azerbaijão e segue em busca da vaga olímpica

Neste sábado (3) Seleção Brasileira decide, contra a República Dominicana, quem se classifica para Tóquio

ÉDER SOARES
Jogo terminou em 3 sets a 2 para o Brasil | Foto: Poliana Serra/FMV
A Seleção Brasileira teve que literalmente suar a camisa para bater o Azerbaijão, jogando na tarde desta sexta-feira (2), na Arena Sabiazinho durante o Pré-Olímpico. As brasileiras começaram na frente, tomaram a virada da Seleção Azira e precisaram se reinventar dentro da partida para se recuperar nos dois sets seguintes e vencer a partida no tie-break. As parciais foram de 25/13, 23/25, 21/25, 25/19 e 15/12.

Neste sábado (3) acontece a rodada final. O Brasil enfrenta a República Dominicana, às 10h, precisando vencer para assegurar a vaga para os Jogos Olímpicos do Japão 2020. A partida terá transmissão ao vivo pelo SporTV e pela Globo. Às 21h30, Azerbaijão e Camarões apenas cumprem tabela. 

 

O JOGO
Como já era de se esperar, o Brasil começou dando as cartas e tratou logo de tomar a frente do placar. Em um ataque pela ponta, Gabi, quase caindo, cravou a bola na quadra do Azerbaijão (6 a 3). O jogo da Seleção Brasileira passou a fluir melhor, tanto que, numa jogada pelo meio de rede, Ana Beatriz aumentou ainda mais a vantagem (13 a 6). Os seguidos erros de recepção e ataque do adversário foram propiciando os pontos do Brasil, que não teve dificuldades em fechar a etapa em 25 a 13. 

Na volta para o segundo set, o Azerbaijão se valeu de suas duas melhores atacantes, a oposta Rahimova e a ponteira Aliyeva  para equilibrar o jogo, empatar, e seguidamente virar a partida (12 a 10). O jogo seguiu disputado, ponto a ponto, mas o Brasil conseguiu passar novamente a frente do placar em um ataque de Lorene (20 a 19). O potente saque de Rahimova, que nesta temporada defenderá o Bauru (SP) na Superliga, fez estrago na recepção brasileira e o time azeri venceu o segundo set por 25 a 23. 

O terceiro set começou com o Brasil forçando o saque. Mesmo com o bom volume de jogo adversário, o time conseguiu ficar a frente (4 a 2). Mas o Azerbaijão se aproveitou da queda técnica do Brasil e encaixou o seu melhor jogo. Liderado por Aliyeva, o time azeri passou a frente mais uma vez no placar (16 a 13). A equipe do Azerbaijão pegou confiança. As brasileiras não conseguiam acertar um ataque sequer e passaram a parar no ataque azeri, que fechou o segundo set em 25 a 21, e virando o jogo para 2 sets a 1. 

No quarto set, o Brasil voltou pressionado pela obrigação de vencer a etapa e levar a partida para o tie-break. O jogo começou duro para as anfitriãs, que ponto a ponto conseguiram largar na frente (6 a 5). Com a equipe melhor equilibrada e Ana Beatriz fazendo a diferença nas jogadas pelo meio, o Brasil tomou conta do jogo, fechou o set em 25 a 19 e empatou o jogo. 

No tie-break, set de desempate, a equipe do Azerbaijão acabou sentindo um pouco a pressão. O Brasil, mais tranquilo, explorou bem o saque e fechou o set em 15 a 12, e o jogo por 3 sets a 2.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »