08/07/2019 às 19h02min - Atualizada em 08/07/2019 às 19h02min

UBSF Novo Umuarama é inaugurada em imóvel próprio

Economia com novo prédio será de R$ 24 mil ao ano, segundo a Prefeitura de Uberlândia

SÍLVIO AZEVEDO
UBSF Novo Umuarama foi inaugurada nesta segunda-feira (8) | Foto: Araípedez P10/PMU/Divulgação
Quase um ano após o anúncio da retomada das obras, a sede própria da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Novo Umuarama, no bairro Minas Gerais, foi inaugurada nesta segunda-feira (8), na rua da Fartura, nº 1.436. Foram investidos cerca de R$ 2 milhões na construção do espaço.

Os atendimentos às 8 mil famílias que já recebem acompanhamento do Programa Saúde da Família (PSF) do bairro começam nesta terça (9). A UBSF Novo Umuarama será administrada pela Associação Paulista Para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), com repasses mensais da Prefeitura.

Com a mudança de um imóvel alugado, que fica na rua Galiano Torrano, para a sede própria, a Prefeitura economizará R$ 24 mil anuais, o que não implicará em um aumento no número de atendimentos. “Não é uma ampliação de atendimento. Era uma unidade que já estava em um imóvel alugado, que está sendo transferida para um prédio próprio com melhores condições de trabalho. Com isso melhora significativamente o atendimento à população”, disse o secretário Municipal de Saúde, Gladstone Rodrigues.

A obra foi iniciada em 2014, ainda na gestão do ex-prefeito Gilmar Machado, e interrompida em 2015, com 50% de execução realizada. O acordo para a retomada da construção aconteceu em setembro de 2018 e a obra demorou 10 meses para ser finalizada.

Do total da obra, R$ 708 mil vieram de recursos repassados pelo Governo do Estado, e aproximadamente R$ 1,2 milhão vieram dos cofres da Prefeitura de Uberlândia. Os equipamentos foram adquiridos com recursos do Governo Federal vindos de emenda parlamentar da época que o prefeito Odelmo Leão era deputado federal.

Para a dona de casa Vicentina Andrade dos Santos, 63, foi uma longa espera. “Esperávamos essa entrega há muito tempo. Nossa luta, agora, é para que possam conservar desse jeito e que as equipes de saúde venham com toda vontade para trabalhar junto à comunidade”, disse ela, que mora no bairro há 34 anos.

O novo prédio receberá as duas equipes do Programa Saúde da Família (PSF) compostas por médicos generalistas, enfermeiros, técnicos de enfermagens e agentes comunitários de saúde. Também tem serviço de imunização e sala de curativos e outros procedimentos.

A dona de Casa Liliane Maria de Jesus Silva, 35, quer aproveitar para colocar em dia a vacina da filha mais nova. “É pertinho da minha casa e posso vir dar vacina na minha filha. Inclusive venho amanhã”.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »