31/05/2019 às 08h05min - Atualizada em 31/05/2019 às 08h05min

Equipes da região entram na reta final da Série D

Patrocinense pode garantir vaga; URT tem de vencer e torcer por resultados

Éder Soares
De vermelho, a Patrocinense vem de vitória em casa contra o União Rondonópolis (Alair Constantino)
Restando apenas duas rodadas para terminar a fase classificatória do Campeonato Brasileiro – Série D, as equipes da região vivem momentos decisivos na luta para avançar à fase mata-mata da quarta divisão nacional. Pelo grupo A11, a URT, em situação muito complicada, enfrentará o Brasiliense amanhã (1º), às 15h30, no Distrito Federal. Enquanto isso, pelo grupo A13, o Patrocinense poderá sacramentar a sua classificação antecipada, jogando na segunda-feira (3), às 20h, em Patrocínio, diante da Anapolina (GO).

Depois de enfrentar o Brasiliense, a URT encerrará sua participação na primeira fase jogando contra o Ituano (SP), dia 9 de junho, no Estádio Zama Maciel, em Patos de Minas. Na lanterna do grupo com apenas dois pontos, a conta a ser feita para que o Trovão Azul consiga se classificar é a de vencer os dois jogos que lhe restam, chegar aos oito pontos, mesma pontuação dos líderes Brasiliense e Ituano, torcer para que uma destas duas equipes não pontuem mais, além de precisar tirar uma boa margem de saldo de gols.

“É uma situação muito difícil, sabemos disso, mas enquanto tiver uma luz, nós vamos lutar para chegar ao objetivo”, disse o técnico Rodrigo Fonseca, que deverá mandar a campo contra o Brasilense a seguinte equipe: Arthur; Jean, Henrique Mota, Gladstone e Cortez; Murilo, Gilson, Derly e Júnior Paraíba; e Ingro e Michel.
CAP

Já o Patrocinense lidera a chave A13 com sete pontos e se vencer a Anapolina, terceira colocada com cinco, garante presença na fase seguinte. A expectativa da diretoria do CAP é que mais de 2 mil torcedores compareçam ao Estádio Pedro Alves do Nascimento para incentivar a equipe Grená. O técnico Thiago Oliveira poderá ter quatro reforços que estavam no departamento médico, casos do atacante Rafael Tank, o lateral Djalma, o meia Alexandre Lazzarini, além do zagueiro Diego Borges.

O treinador evita o famoso oba-oba e garante que a partida contra a Anapolina será muito equilibrada. “Eles também precisam do resultado positivo, mesmo porque depois só restará mais uma rodada. Já temos a equipe montada e a estratégia certa para o jogo, mas só vamos divulgar no dia”, afirmou Oliveira, que deverá escalar contra a Anapolina: Cleysson; Douglas, Betão, Diego Borges e Yuri; Gilson, Arilson, Luiz Fernando e Nathan; Jarlan e Érick.  

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »