25/05/2019 às 10h19min - Atualizada em 25/05/2019 às 10h19min

Com táxis, Cabify inicia operações em Uberlândia

Aplicativo é concorrente do Uber, mas chega à cidade apenas com táxis

DANIEL POMPEU
Vinda da plataforma para a cidade faz parte da expansão da empresa após a aquisição do Easy Taxi | Foto: Cabify/Divulgação
Desde a última semana, os uberlandenses podem solicitar corridas de táxi por mais um aplicativo que passa a atuar na cidade: o Cabify. A vinda da plataforma para a cidade faz parte da expansão da empresa após a aquisição do Easy Taxi, que atua em Uberlândia desde 2015. A integração das plataformas possibilitou ao Cabify expandir-se para cidades menores para oferecer o serviço de solicitação de táxis. Questionada, a empresa não informou quantos taxistas estão registrados na plataforma em Uberlândia.

De origem espanhola, o Cabify oferece no Brasil a modalidade de corridas de motoristas independentes (semelhante ao que oferece a Uber) em São Paulo, Santos, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Curitiba, Campinas e Brasília. Para Uberlândia, a empresa informou que estuda implantar o formato, mas ainda não há previsão para a disponibilidade.

Para utilizar, é preciso baixar o aplicativo pela App Store, no caso de smartphones Apple, ou pela Play Store, para aparelhos Android. Quem já tinha conta no aplicativo Easy Taxi pode acessar o Cabify com os mesmos dados. O aplicativo funciona como outras plataformas de mobilidade: o usuário solicita o motorista ao inserir seu ponto de partida e chegada e pode pagar a corrida com cartão de crédito ou dinheiro. Para a modalidade de táxi disponível em Uberlândia, que costuma ser mais cara do que a de motoristas independentes, não há preço dinâmico e o valor da corrida é baseado no taxímetro e na regulação municipal para a categoria.

“A nova geração vem acelerando as mudanças nos hábitos de consumo. À medida que a tecnologia avança, os serviços de mobilidade tornam-se mais comuns”, disse Carolinne Iglesias, Head of Customer Experience & Operations da Cabify.

Como diferencial, a plataforma conta com um botão de segurança, que está disponível no aplicativo para que, em caso de emergência, o passageiro possa entrar em contato direto com as autoridades policiais locais ao clicar no SOS disponibilizado pela ferramenta.
 
CONCORRÊNCIA
Em abril, outro aplicativo também chegou a Uberlândia com a proposta de conectar passageiros e taxistas. Na época, o Seg Táxi informou que 122 dos 289 taxistas haviam aderido à plataforma. O Seg Táxi, que surgiu em Juiz de Fora e está presente em quatro cidades além de Uberlândia, tem a proposta de oferecer ferramentas para que os táxis se tornem mais competitivos frente aos aplicativos de mobilidade mais utilizados.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »