24/05/2019 às 07h36min - Atualizada em 24/05/2019 às 07h36min

URT e Patrocinense jogam em busca de sobrevida

Equipes precisam vencer caso queiram manter chance de classificação

EDER SOARES | REPÓRTER
Em segundo lugar, Patrocinense (foto) está em situação mais tranquila do que o rival URT (Alair Constantino)
URT e Patrocinense entram em campo neste final de semana pela abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro Série D. Ambas equipes, que vêm de resultados negativos, precisam vencer se quiserem seguir com chances de classificação para a segunda fase, que será disputada no sistema de mata-matas. Depois deste final de semana, só restarão mais duas rodadas para terminar a fase de classificação.

Na lanterna do grupo A13 com apenas um ponto, a URT, que ainda não venceu na competição, enfrentará o Serra, amanhã, às 17h, no Espírito Santo. As equipes empataram sem gols na última segunda-feira (20), em Patos, e dividem o último lugar. Brasiliense e Ituano seguem nas duas primeiras posições, com sete pontos cada, e se enfrentam na rodada.

O técnico Rodrigo Fonseca assume que a situação ficou muito complicada para o time de Patos de Minas, mas que apesar do momento difícil, o elenco não irá entregar os pontos. “É um confronto difícil fora de casa, mas que se vencermos, e dependendo do resultado entre Ituano e Brasiliense, podemos encostar na zona classificatória. Depois, restarão mais duas rodadas e tudo é possível”, afirmou.

Já o Patrocinense, segundo colocado da chave A11 com quatro pontos, recebe o União Rondonópolis (MT), domingo (26), às 16h, no Estádio Pedro Alves do Nascimento, em Patrocínio. Na segunda-feira, os times se enfrentaram em Rondonópolis e a equipe da casa levou a melhor vencendo por 3 a 2. O União lidera o grupo com seis pontos, enquanto Patrocinense e Anapolina dividem o segundo lugar.

A Série D conta com 17 grupos de quatro equipes. Após a realização das seis rodadas, classificam-se para a segunda fase os primeiros colocados das chaves, mais os 15 melhores segundos colocados.

Pensando em garantir a primeira colocação, o técnico Thiago Oliveira, do Patrocinense, afirma que não existe tempo para lamentações e que, jogando em casa, a equipe não tem outra alternativa a não ser conquistar os três pontos diante de um adversário na briga direta. “Poderíamos ter vencido jogando lá (Rondonópolis), mas não foi o nosso dia. Temos que corrigir os erros, aprimorar nossas virtudes e contar com a presença do nosso torcedor para vencer e reassumir a liderança”, disse Oliveira.
.
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »