17/05/2019 às 08h24min - Atualizada em 17/05/2019 às 08h24min

Léu da dupla com Liu é cremado hoje em São Paulo

Dupla do sertanejo raiz marcou história e era considerada uma das mais afinadas

Éder Soares
Léu (a direita) ao lado do seu irmão, Liu, falecido em 2012 (Reprodução Facebook)
O cantor Léu, da dupla Liu e Léu, será cremado na manhã desta sexta-feira (17) no cemitério da Vila Alpina, na zona leste de São Paulo. Léu estava com 82 anos e a causa da morte ainda não foi informada. A dupla era conhecida por interpretar clássicos de sucesso da música sertaneja caipira, como “O Ipê e o prisioneiro” (Ipê Florido), composição do poeta José Fortuna, “Boiadeiro Errante”, “Paineira Velha”, entre vários outros. Eles também eram destaque pelo dueto, considerado um dos mais belos e afinados no meio sertanejo.

Até a morte de seu irmão, Liu, em 2012, a dupla tinha 53 anos de carreira, sendo que o auge do sucesso aconteceu entre as décadas de 1970 e 1980.

HISTÓRIA

Lincoln Paulino da Costa e Walter Paulino da Costa, ou Liu e Léu, eram irmãos e nasceram em Itajobi (SP). Eles nasceram em meio a uma família de músicos, eram irmãos da também conhecida dupla Zico e Zeca e primos de Vieira e Vierinha.
A dupla começou a se apresentar em circos pelos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Goiás e Mato Grosso. Em 53 anos de carreira, Liu e Léu gravaram 32 discos. O CD “Jeitão de Caboclo”, em 2003, foi indicado para o Grammy Latino na categoria de “Melhor Álbum de Música Regional”.

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »