16/05/2019 às 08h28min - Atualizada em 16/05/2019 às 08h28min

Equipe paralímpica do Praia retoma treinos na segunda-feira (20)

Time de natação se prepara para os Jogos Parapanamericanos de Lima

EDER SOARES
Equipe paralímpica do Praia (Ascom/Praia)
O time de natação paralímpica do Praia Clube retorna aos treinos na próxima segunda-feira (20) em preparação para a disputa dos Jogos Parapanamericanos de Lima (Peru), que ocorrem no final de agosto, além do Campeonato Mundial IPC de Londres (Inglaterra), previsto para o início de setembro. Um pouco antes, o grupo uberlandense terá pela frente a segunda etapa Nacional do Circuito Paralímpico de Natação, que acontecerá em meados de julho e na qual o Praia buscará o sexto título.

Enquanto os paratletas aproveitam o tempo de descanso, eles ainda comemoram os bons resultados obtidos no último final de semana, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro (CTPB), em São Paulo, que sediou a primeira etapa Nacional de Natação. A equipe praiana ficou com o vice-campeonato por uma diferença de apenas 30 pontos em relação à agremiação campeã. Ao todo, os nadadores de Uberlândia conquistaram 39 medalhas, sendo 17 de ouro, 16 de prata e 6 de bronze, além da quebra do recorde brasileiro na prova dos 100m Livre, com a atleta Pamella Andrade.

A competição na capital paulista foi última seletiva para os Jogos Parapanamericanos de Lima 2019 e para o Mundial de Natação IPC 2019. Os atletas Guilherme Silva e Laila Garcia asseguraram vaga ao Mundial via primeira seletiva. Os dois também garantiram ida à capital peruana ao lado de Gabriel Oliveira. O recém-integrado ao grupo praiano Vanilton Filho também estará no Parapanamericano, conquista obtida no último fim de semana.    

O técnico da equipe praiana, Alexandre Vieira, fez uma análise da disputa na “Terra da Garoa”. “Tivemos uma excelente participação. Por pouco, o Gabriel Tomelin e Ruan Souza não classificaram para o Pan. Tomelin, por exemplo, ficou apenas dois centésimos da marca classificatória na prova dos 400m Livre (índice: 04'19"10 / resultado: 04'19"12). Já o Ruan, esteve a 13 centésimos do índice na prova dos 100m Peito (índice: 01'11"73 / resultado: 01'11"85). Embora as vagas não tenham sido conquistadas, mostramos o quanto estamos evoluindo neste início de temporada. Os dois, por sinal, brigarão pelas vagas no próximo ano para irem às Paralimpíadas Tokyo 2020”, comentou o treinador.
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »