20/04/2019 às 10h40min - Atualizada em 20/04/2019 às 10h40min

Grupo de mulheres promove novo encontro cervejeiro em Uberlândia

Terceira edição do Encontro Feminino Cervejeiro ocorre no dia 4 de maio na cidade

VINÍCIUS LEMOS
Movimento das Cervejeiras de Uberlândia ajudou a mudar comportamentos | Foto: Andrea Arantes/EFC/Divulgação
Com o objetivo de incentivar o estudo, consumo e até a produção de cerveja entre mulheres e demais admiradores da bebida, o Movimento das Cervejeiras de Uberlândia (MovCeu) vai promover seu terceiro Encontro Feminino Cervejeiro (EFC) no dia 4 de maio na cidade. A novidade para 2019 é a promoção da harmonização de pratos com distintos estilos de cerveja.

O evento que acontecia em uma fábrica da bebida na cidade, dessa vez passará para um restaurante. Dessa forma, haverá um cardápio que pretende mostrar como cada estilo de cerveja pode combinar com vários tipos de comida. Além das harmonizações guiadas por sommeliers, haverá venda de chopp e também cervejas em garrafas, comércio de camisetas e canecas, além de sorteios de kits por meio de rifas. A entrada é gratuita, sendo cobrado o que for consumido.

O evento ainda contará com banda de vocal feminino, como marca do movimento. “A intenção é modificar um pouco e trazer mais conhecimento, não só beber, mas também harmonizar e trazermos um pouco mais de um mundo tão amplo”, disse uma das organizadoras Hellen Ferreira Pinto.

A primeira edição do EFC aconteceu ainda em 2017, a partir do Movimento das Cervejeiras de Uberlândia, que hoje conta com 10 integrantes. “Começou no final de 2016 e em março de 2017 aconteceu o primeiro encontro. Nós sempre participávamos de encontros cervejeiros e o público feminino era menor. Aí a gente pensou em criar o movimento para atrair as mulheres e estudarmos sobre cerveja. De lá para cá, o público feminino aumentou bastante”, disse outra integrante do grupo, Luana Ferreira. Hellen Ferreira lembrou ainda que esse aumento de público demonstra mudança de comportamento de garotas que acompanhavam amigos ou companheiros e hoje se tornaram consumidoras.

“Até mesmo o estilo da cerveja que as mulheres gostam é variado. Tinha aquela ideia de que a mulher bebia apenas cervejas mais fracas. Hoje a gente sabe que não é assim, a gente bebe de qualquer estilo, sejam IPAs mais lupuladas ou as stouts, escuras”, afirmou.

O Movimento das Cervejeiras de Uberlândia se reúne frequentemente para o estudo da bebida e existe produção própria para consumo das integrantes, o que poderá ser expandido posteriormente, ainda que não haja planos comerciais neste momento nem pedido formal para formação de empresa. “O movimento é mais voltado para o público feminino, enquanto o Encontro Cervejeiro é para reunir todo mundo”, disse Luana.

O Terceiro Encontro Cervejeiro Feminino acontece no dia 4 de maio a partir de meio-dia na Rua Felisberto Carrejo, 701, no bairro Fundinho.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »