16/04/2019 às 13h09min - Atualizada em 16/04/2019 às 13h09min

Exército monta tendas de hidratação em três UAIs

Se somadas, tendas poderão atender até 120 pessoas por dia nas unidades de saúde de Uberlândia

NÚBIA MOTA
Ação é resultado de parceria entre a Prefeitura de Uberlândia e o 36º BIMec | Foto: Núbia Mota
Os pacientes com suspeita de dengue em Uberlândia agora estão sendo atendidos também em três tendas de hidratação montadas nas Unidades de Atendimento Integrado (UAI) dos bairros Roosevelt, Luizote de Freitas e Planalto, que funcionam em período integral. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as estruturas vão garantir atendimento a mais 120 pessoas por dia. A medida é resultado de uma solicitação de apoio feita no início do mês ao 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado (36º BIMec).

Segundo o último Boletim Epidemiológico, divulgado ontem pela Secretaria de Estado de Saúde, Uberlândia registrou 10.879 casos prováveis de dengue neste ano, com dois óbitos pela doença confirmados.  As três UAIs foram escolhidas por estarem em regiões com grande quantidade de notificações. Nas tendas, estão sendo atendidos pacientes que passaram pela equipe médica e precisam de hidratação, mas que não têm sinais de alta gravidade ou complicações.

“Aqueles com maior gravidade continuam recebendo os cuidados no interior da unidade e até em salas de emergência, se for o caso. Nesse novo espaço, é atendido aquele paciente que inicialmente não vai necessitar de internação”, disse Clauber Lourenço, coordenador de urgência e emergência da Secretaria Municipal de Saúde.

É o caso do estudante Marcos Paulo de Oliveira Silva, de 14 anos, morador do bairro Aparecida, que estava se hidratando, ontem, na UAI do Roosevelt, depois de pegar o resultado dos exames confirmando a dengue, ante uma suspeita de zika vírus. Segundo a mãe dele, a operadora de caixa Jacinta de Oliveira da Silva, o filho se queixou de dor no fundo dos olhos na última quarta-feira (11) e procurou atendimento no domingo (14), ao apresentar manchas e muita coceira pelo corpo. “Aqui na tenda é mais calmo. Lá dentro da UAI é muito barulhento, fica passando muita gente”, disse o estudante, que é o quarto da família a contrair a doença neste ano, depois da irmã, avó e tia.

A dona de casa Nilza de Lourdes Rosa Dias, de 71 anos, moradora do bairro Marta Helena, também estava na tenda de hidratação na manhã de ontem, depois de ser infectada por dengue pela terceira vez. “De todo jeito, a gente está sendo medicada, mas estou achando esse lugar muito quente. Eu ainda estou com infecção de urina por causa da dengue. O médico falou que minhas plaquetas estão baixinhas”, disse a idosa. 

Além das tendas, a Prefeitura abriu salas de hidratação nas UAIs, e as Unidades Básicas de Saúde Familiar (UBSFs) e Programas Saúde da Família (PSF) estão atendendo nos fins de semana. A hidratação consiste em os pacientes tomarem soro na veia, para aliviar os sintomas da doença e combater a desidratação, responsável pelas complicações no quadro de saúde, pois, durante a dengue, os vasos sanguíneos ficam porosos e perdem água do sangue.
 
Militares visitam casas em busca de focos
A partir da autorização do Ministério da Defesa dada na sexta-feira (12), a Prefeitura de Uberlândia e o Exército Brasileiro começaram a trabalhar juntos na operação denominada “Mão Amiga”. Foram disponibilizados 150 militares diariamente para auxiliar o Município no atendimento à população em duas frentes.

Uma delas é disponibilização de tendas de hidratação nas UAIs. Na outra, militares também atuarão nas ruas junto aos cerca de 400 agentes de controle de zoonoses para intensificar as visitas aos imóveis, com alertas aos moradores sobre as formas de combate ao mosquito e o trabalho de eliminação de criadouros em locais estratégicos.

“É uma força tarefa entre o Exército Brasileiro e os agentes de saúde indo de casa em casa, nas residências levantadas pelos agentes de saúde de zoonoses, a fim de diminuir e até mesmo erradicar os focos de Aedes aegypti”, disse Christian dos Santos Bressan Vital, capitão do Exército Brasileiro.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »