11/04/2019 às 08h00min - Atualizada em 11/04/2019 às 08h00min

Museu em Uberlândia traz duas exposições em cartaz até dia 18

O Museu Universitário de Arte (MUnA), localizado no Fundinho, recebe "Obscura" e "Assim na terra como no céu"

DA REDAÇÃO
Caminhos e obstáculos em “Obscura” (Reprodução Facebook)
Até a próxima quinta-feira (18), o Museu Universitário de Arte (MUnA) apresenta duas exposições individuais. “Obscura”, de Nivalda Assunção e “Assim na terra como no céu”, de Mariana Whately são um convite à reflexão nas paredes e corredores do museu que abre inclusive aos sábados e tem horário de visitação estendido às sextas-feiras.

Nivalda Assunção é artista visual, arquiteta e professora do Departamento de Artes Visuais (Ida) da Universidade de Brasília (UnB), onde graduou-se em Artes Plásticas, tornou-se bacharel em Arquitetura e Urbanismo e mestre em Artes. Na instalação/intervenção urbana “Obscura”, a artista usa cordões em uma tentativa de representar tripas metaforicamente retiradas de seu “corpo-armário” para literalmente se derramarem em outro espaço.
Segundo a artista,ela, em material de divulgação do trabalho, “as tripas de ‘Obscura’ seriam reais, visíveis e, ao mesmo tempo, objeto simbólico, emblemático e, tal como a melancolia, poderiam secretar o caos”.

Mariana Whately, graduada em Artes Plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e pós-graduada em Arteterapia pela Faculdade Integração Zona Oeste (Fizo) atuou coo arteterapeuta em instituições de São Paulo e por dez anos foi arteeducadora em diversas escolas e instituições de Ribeirão Preto (SP).

Em “Assim na Terra como no Céu” a artista, que já participou de mais de 10 exposições coletivas em diferentes regiões brasileiras, vê corpos emaranhados perdidos em sua vasta procura pelo outro e por si mesmo. Eles tocam-se e entrelaçam-se em uma contínua busca por encontros. O céu, dobras viscerais, encorajariam um mergulho no universo e partiriam para uma investigação sobre as origens da existência. Na Terra, lâminas esticam tecidos e revelariam o desejo de adentrar as camadas da pele e compreender as células primordiais.
 
SERVIÇO

EXPOSIÇÃO: Obscura
ARTISTA: Nivalda Assunção
EXPOSIÇÃO: Assim na Terra como no Céu
ARTISTA: Mariana Whately
ONDE: Museu Universitário de Arte (MUnA) (Praça Cícero Macedo, 309, Fundinho)
QUANDO: até 18 de abril - de segunda a quinta-feira das 8h30 às 18h30, sexta-feira das 8h30 às 21h e sábado das 10h às 17h
ENTRADA FRANCA
INFORMAÇÕES: 3231-9121.
 
 
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »