21/03/2019 às 08h27min - Atualizada em 21/03/2019 às 08h27min

O talento irresistível de Tiffany Poon

Pianista chinesa de 22 anos, aceita na tradicional Jilliard School aos 8, é destaque da nova geração da música clássica

ADREANA OLIVEIRA
Tiffany Poon fará, nesta sexta-feira (22), seu primeiro concerto no Brasil, no Municipal de Uberlândia | Foto: Paloma Sendrey/Divulgação
A história de Tiffany Poon tem contornos de filmes que fariam sucesso em Hollywood. Nascida em Hong Kong, a jovem de 22 anos, é o que podemos chamar de um prodígio ao piano. Aos 8 anos de idade ela entrou para a Jiulliard School, em Nova York, considerada pela QS University Rankings a melhor do mundo na área de artes performáticas em 2016. A mesma escola para a qual a personagem Mia do livro “Se eu ficar”, de Gayle Forman, que foi sucesso nos cinemas há pouco mais de quatro anos.

A chinesa se prepara para fazer o seu primeiro concerto no Brasil e essa única apresentação acontecerá nesta sexta-feira (22), no Teatro Municipal de Uberlândia, dentro da programação do projeto Concertos Tribanco. “Estamos muito felizes por viabilizar a vinda da Tiffany. Ela tem até fã-clube no Brasil. Ela é um expoente do piano mundial em sua faixa etária. Reservamos 400 para pessoas que estão vindo de Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo  Horizonte e Goiânia para vê-la”, contou Viviane Taliberti, diretora artística do projeto.

E como o projeto tem cunho social, essa apresentação, que deveria ter um preço caríssimo de ingresso, será assistido mediante doação de um litro de leite longa vida. Os uberlandenses que não querem perder essa oportunidade devem se apressar porque os pouco mais de 400 ingressos que começaram a ser trocados ontem, devem esgotar rapidinho.

Tiffany concedeu uma entrevista exclusiva ao Diário de Uberlândia, por e-mail, pouco antes de embarcar para o Brasil. Ela conta que ninguém em sua família era pianista ou músico. “Minha mãe me deu um piano de brinquedo quando eu tinha dois anos e eu ficava horas nele todos os dias...mesmo ele tendo somente quatro teclas! Por volta dos cinco anos meus pais viram que eu estava realmente interessada em um piando com 88 teclas e foi um upgrade e tanto! Como eu poderia resistir?”, explica ela, sobre suas primeiras conexões com o instrumento. E quem poderia resistir ao talento de Tiffany?

Ela foi aceita no Pre-College da Jiulliard aos 8 anos e isso não é para qualquer um. Antes, por um ano, ela dedicou-se ao estudo da língua inglesa. “Levei alguns meses para chegar ao inglês fluente mas tive sorte por meus professores e colegas da minha escola e de Juilliard serem muito amigáveis e receptivos”.

No início ela sentiu falta de casa, de Hong Kong, que teve que deixar muito cedo e costumava voltar durante os feriados e férias escolares. “Mesmo assim eu me sinto grata por minha mãe deixar o seu trabalho para cuidar da minha carreira em Nova York e foi por causa dela que essa mudança foi mais amena”, contou a pianista.

BRASIL

Por seu canal no YouTube, Tiffany conversa com seus fãs ao redor do mundo e está ansiosa com sua estreia no Brasil, onde ela nem sabia que tinha um fã-clube. “Eu amo todo o apoio que tenho dos meus fãs e estou tão feliz pela Viviane ter me encontrado no YouTube e me convidado para participar do Concertos Tribanco. Meus fãs têm me mandado mensagens por anos pedindo para que eu tocasse no Brasil. Então, eu estou muito ansiosa por finalmente conseguir chegar até ai e encontrá-los e claro, espero que todos gostem da minha performance”.

Além de música clássica, Tiffany adora ouvir jazz para relaxar depois de um longo dia de ensaios, aulas e edição de vídeos. “Ah, e eu não sabia que tinha um fã-clube no Brasil! Então, obrigada! “.

Sobre influências, Tiffany comenta que seria difícil escolher uma pessoa que a inspire mais. “Quem e o que me inspira muda todos os dias. Para mim, o aspecto mais inspirador de ser uma pianista de concertos é poder viajar por todo o mundo, conhecer diferentes culturas e pessoas e expandir minha visão sobre a humanidade”, afirmou.

FUTURO

Perguntada sobre como se vê nos próximos dez anos ela comenta. “Há dez anos eu não imaginaria ter as experiências e generosos apoios que tenho agora, pelos quais sou imensamente grata. Quem sabe onde estarei daqui a outros dez. Minha esperança é que eu continue sendo capaz de tocar piano e fazê-lo cada vez mais com artistas maravilhosos e me conectar com audiências únicas por meio da minha paixão pela música”, disse a pianista, que chegou no início da tarde de ontem a Uberlândia.

RECONHECIMENTO

No concerto desta sexta-feira Tiffany interpretará obras de Scarlatti, Beethoven, Haydn e Rachmaninoff. Porém, a jovem pianista, em seu álbum de estreia, “Natural Beauty” (Kawai Edition, 2014) ela apresenta peças de Bach, Haydn, Chopin, Liszt and Debussy.

No ano passado ela venceu uma audição na Hanover Germany e conquistou o posto de membro da Young Artists Foundation gGmbH 2018/2019. Neste ano, além do concerto no Brasil, ela passará também pelo México e é atração confirmada no festival Singapore’s Esplanade.

Em 2015 Tiffany foi vencedora do YoungArts nos Estados Unidos. Também  conquistou o primeiro lugar e melhor performance no 8º Moscow International Frederick Chopin Competition para jovens pianistas em 2012, primeiro lugar no Juilliard School Pre-College Concerto Competition em 2014. Venceu o Manhattan International Music Competition e segundo lugar, em 2017, na competição internacional Walter W. Naumburg Foundation, nos Estados Unidos. E ela só tem 22 anos. É ou não é uma história digna de filme?

SERVIÇO

O QUE: Concertos Tribanco
QUEM: Tiffany Poon – Piano (Hong Kong)
QUANDO: sexta-feira (22), às 19h
ONDE: Teatro Municipal de Uberlândia
INGRESSOS: 1l de leite longa vida vale 1 ingresso – trocas hoje, das 12h às 18h na bilheteria do teatro e amanhã até o início do concerto ou até lotação do local
INF.: 3235-1568
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »