03/03/2019 às 06h00min - Atualizada em 03/03/2019 às 06h00min

CrossFit conquista adeptos em Uberlândia

Atletas que foram de outros esportes não querem mais deixar o CrossFit, que é recomendado para praticantes de qualquer idade

EDER SOARES E IGOR MARTINS
Aula de CrossFit é realizada em academia licenciada de Uberlândia | Foto: Igor Martins
Quem não conhece um crossfiteiro apaixonado em pleno 2019, que atire a primeira pedra. Assim como um torcedor fanático defende a sua equipe do coração com unhas e dentes, os praticantes do Crossfit mantêm a paixão por um dos esportes que mais cresce em todo o mundo.

Criado em 2000 pelo ex-ginasta norte-americano Greg Glassman, o Crossfit é um esporte baseado no desenvolvimento de habilidades físicas gerais, a partir de um treino dinâmico e funcional. Dessa maneira, a atividade gera uma maior otimização de várias capacidades, como a agilidade, precisão, velocidade, resistência muscular, potência, força, flexibilidade, equilíbrio, coordenação e resistência cárdio-respiratória.

Na prática, o exercício consiste em duas etapas: o aquecimento e o WOD (treino do dia, traduzido do inglês como “workout of the day”). Os crossfiteiros se reúnem e correm, pulam cordas, fazem flexões e abdominais, levantam peso. Tudo isso no mesmo treino. Em Uberlândia existem atualmente cinco academias credenciadas da marca Crossfit, e estima-se que mais de 700 praticantes. O Brasil é o segundo com maior número de adeptos a essa modalidade, atrás somente dos Estados Unidos. O preço médio das mensalidades, em Uberlândia, gira em torno de R$ 240 para entre três e cinco aulas na semana.

MMA

Frederico Paiva começou a praticar o Crossfit há dois anos. O ex-lutador de MMA, que já representou a cidade de Uberlândia em campeonatos em três oportunidades, contou que o exercício é diferente de todos os outros esportes que já praticou. Para ele, o fato da atividade trabalhar com muita dinamicidade, força e superação é o que o deixa tão apaixonante. “[O Crossfit] muda a vida das pessoas, porque é um esporte de muita superação. Hoje você treina e amanhã o seu condicionamento físico e força melhoram. É um esporte baseado em persistência e dedicação, e isso é algo que eu levo para a minha vida pessoal e profissional”, disse.

O uberlandense de 27 anos afirma que o esporte não é fácil. O treino é muito intenso na maioria das vezes e o perigo com lesões é algo a ser observado com o maior cuidado possível. “Mais importante do que a força, é a técnica”, de acordo com o empreendedor. “O Crossfit é muita técnica. Uma vez que você aprende, consegue colocar aqueles pesos para cima com mais facilidade”, afirmou.


Fred Paiva já disputou três campeonatos da modalide | Foto: Arquivo pessoal

EX-BASQUETEIRO

Claudio Clemente, de 46 anos, é mais conhecido como Brasília, nome pelo qual ficou famoso no basquetebol brasileiro e sul-americano pelos mais de 20 anos jogando como ala/pivô de grandes equipes do Brasil, como o Unitri/Uberlândia onde foi campeão brasileiro e da América do Sul. Há quatro anos, acreditando na onda de Crossfit que viria pela frente, ele resolveu embarcar nessa e abriu em Uberlândia a Crossfit Uberlândia, a primeira academia do gênero credenciada na cidade.

Além de professor, ele disputa competições em sua categoria de idade. No ano passado ficou em oitavo lugar no Campeonato Brasileiro. Segundo Brasília, o Crossfit é um esporte para qualquer idade e completo por se trabalhar todas as partes do corpo. 


Foto: Eder Soares

“Quanto mais repetições e mais intenso você fizer, em um espaço curto de tempo, melhor, para gerar mais potência. Você vai trabalhar um pouco de força, de equilíbrio, coordenação e o cardiorrespiratório. O interessante é que os treinos são diferentes e variados a cada dia da semana”, disse Brasília, garantindo que o Crossfit é para todas as idades. “Tenho alunos que vão dos dez até aos 50 anos. Tudo será direcionado e de acordo com as condições de cada um, sempre respeitando cada limite. Aprender as técnicas corretas é fundamental para se evitar lesões também”, disse Brasília, que trabalha atualmente com 150 alunos.

FUTEBOL

Renan Augusto Oliveira Prado, de 25 anos, é auxiliar técnico de Ademir Fonseca no Uberlândia Esporte Clube. Ex-jogador das categorias de base do Verdão, Renan pratica o Crossfit há sete meses, já disputou e venceu algumas competições. Segundo ele, de agora em diante é impossível deixar esta modalidade. “São sete meses que, de um pré-conceito, eu passei a amar um esporte. Eu fazia parte de um grupo que falava mal do Crossfit, que ele lesiona, mas por não conhecer tanto. Ao me inserir neste esporte eu convivi com pessoas e aprendi que qualquer esporte lesiona, é claro que o Crossfit, todos os dias, trabalho o grupo muscular completo tem os seus riscos. Se você não tiver cuidado e querer pegar cargas que você não consegue, estará sujeito a se lesionar sim. Estou muito feliz, pois todos os dias você se limita ao nível máximo do cansaço e se desafia todos os dias”, afirmou Renan, que treina na Academia Crossfit 883.


CURIOSIDADES E VERDADES SOBRE A MODALIDADE

QUALQUER PESSOA PODE PRATICAR O CROSSFIT
O CrossFit é recomendado para todas as idades e todos os gêneros. Por ser um esporte adaptável, qualquer pessoa pode praticá-lo.

O CROSSFIT PODE SER PRATICADO EM QUALQUER LUGAR
O CrossFit não depende de muitos equipamentos. Você pode praticá-lo em casa, num parque ou numa academia, realizando abdominais, agachamentos, cordas e flexões de braço.

O CROSSFIT NÃO LESIONA COMO MUITOS PENSAM
Se engana quem pensa que as chances de se lesionar realizando CrossFit são altas. Assim como qualquer outro esporte, é importante que ele seja feito sob acompanhamento de um profissional.
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »