04/01/2019 às 08h09min - Atualizada em 04/01/2019 às 08h09min

Foco é determinante para a meta do emagrecimento

Fazer exercícios e perder peso estão entre as resoluções de Ano Novo mais comuns

MARIELY DALMÔNICA
Publicitária Ana Júlia Muniz quer manter rotina de atividades e boa alimentação | Foto: Divulgação
Com a chegada do novo ano, muitas pessoas querem alcançar objetivos que foram deixados de lado. Começar uma dieta e se matricular na academia, por exemplo, são algumas das metas mais conhecidas. De acordo com especialistas, embora janeiro seja um mês conhecido pelo aumento na procura por academias, a pessoa precisa ter foco para não abandonar as atividades no meio do caminho.

Janeiro é o mês do emagrecimento e da procura por atividade física, segundo a nutricionista Jéssica Santos. Segundo ela, grande parte dos clientes procuram por dietas restritivas porque querem perder peso rapidamente. “Não se pode tirar vários alimentos da dieta de uma hora para outra. Eu sou a favor do equilíbrio, acho que as pessoas têm que ter contato com diversos alimentos”, afirmou.

Ainda de acordo com a nutricionista, é essencial que o interessado tenha um profissional por perto, tanto para a parte alimentar, quanto para as atividades físicas. “Com acompanhamento é possível manter a saúde e melhorar o peso. O ideal é atingir os objetivos de forma natural”, disse Jéssica.

Antes do Carnaval, a busca por um personal trainer também aumenta. “No início do ano, a preocupação é mais estética. As pessoas ficam preocupadas depois das festas de fim de ano e querem estar com o corpo legal”, disse o personal Taumer Scanavez.

Taumer acompanha 25 pessoas por mês e também oferece um treinamento online, oportunidade para quem nunca tem tempo de ir à academia. Segundo ele, quem deseja malhar constantemente neste ano precisa ter metas e disciplina. “Também acho interessante tirar medidas e fotos, a melhor referência que temos é a de nós mesmos”, disse.

FOCO

Depois de alguns meses fora da academia, o estudante José Pedro Corrêa pretende voltar a fazer atividades físicas na próxima segunda-feira. “A melhor coisa do mundo é se olhar no espelho e se sentir bem com o corpo. Atualmente não me agrado com o que vejo”, disse. José Pedro chegou a fazer uma dieta, em que se alimentava apenas com proteínas e gorduras boas. “Agora vou voltar com tudo e regular a alimentação. Não gosto de malhar, mas vou com força de vontade e ‘na marra’”, afirmou.

Mesmo após perder quase 10 kg no ano passado, a jornalisa Ana Júlia Muniz vai manter a malhação e a boa alimentação nos planos de 2019. “Eu foquei na minha saúde em 2018 e aprendi muito durante o processo. Hoje acho que é algo para a vida, uma manutenção”, disse.

Ana Júlia contratou um profissional e fez consultas com uma nutricionista em 2017, mas só em 2018 começou a mudar a rotina. “Passei por várias mudanças, inclusive de emprego. Voltei com uma nutricionista que me acompanhou o ano todo, descobri outros alimentos e passei a cozinhar mais”, afirmou.

Para a jornalista, o apoio da família e dos amigos também foi significativo durante o processo. “O mais importante é que seja algo contínuo, e o que se ganha com isso é autoconhecimento”, disse.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »