17/10/2018 às 08h16min - Atualizada em 17/10/2018 às 08h16min

Hora da verdade para Timão e Cruzeiro

Equipes fazem hoje o último duelo da finalíssima; vantagem é dos mineiros, que jogam pelo empate

FOLHAPRESS
Foto: Divulgação/Cruzeiro
O Cruzeiro encerrou, na manhã de ontem, a preparação para a grande final da Copa do Brasil. O duelo contra o Corinthians acontece hoje, às 21h45, na Arena Corinthians, em São Paulo. A Raposa joga pelo empate já que venceu a primeira partida por 1 a 0, gol marcado por Thiago Neves. Quem falou com a imprensa, antes do treino, foi o zagueiro Dedé. O defensor concorre ao lado de Jadson, do Corinthians, como Bola de Ouro da competição em 2018. Além de Dedé, Fábio também disputa o Luva de Ouro contra o goleiro Cássio, também do time paulista.

Com 137 partidas e 11 gols marcados, Dedé terá a chance, hoje, de conquistar seu quarto título nacional pelo Clube. O defensor é bicampeão brasileiro em 2013/14 e campeão da Copa do Brasil em 2017. “Essa partida vai concretizar o bom trabalho que fizemos durante este período todo. Apesar de termos saído da Libertadores e ficado um pouco afastado do Brasileiro, o ano está sendo muito bom, com muitas decisões e graças a Deus, na grande maioria, fomos muito bem. Sabemos que será muito difícil jogar lá. Mas será importante demais para nossa temporada, para a diretoria, a torcida e nós atletas cravando nosso nome na história do clube, com uma conquista inédita”, declarou.

Com relação ao adversário e a missão de parar o Corinthians no Itaquerão, Dedé espera que o time possa repetir a boa atuação da primeira partida, quando anulou o adversário e sofreu apenas um lance de perigo no jogo. “Aqui no Mineirão, o Corinthians tentou fazer jogo de contra-ataque. Mas nos resguardamos bem, nosso papel foi muito bom, eles praticamente não chutaram. Poderíamos ter saído com um placar um pouco maior, pois criamos, mas cumprimos bem nosso papel. Agora, independentemente do que eles fizeram, o professor vai passar o que temos de fazer”, falou Dedé.

CORINTHIANS
O técnico Jair Ventura, do Corinhtians, comandou o ontem último treinamento antes da decisiva partida da final da Copa do Brasil de 2018. Após a atividade, Jadson e Fagner concederam entrevista coletiva.  “Eu acredito que a gente tem que ser uma equipe eficiente em todos os setores, errar o mínimo possível e estar bem tecnicamente, é importante acertar passes. A ideia é jogar pelas laterais, mais vai condizer com o que o jogo apresentar. Temos que ter a leitura rápida do jogo quando se iniciar para saber qual caminho levar”, disse Fagner.

“Amanhã é um jogo muito importante, o jogo do ano para nós. Tomara que essa fase ruim mude, a bola possa entrar novamente, que a gente possa criar novamente. O grupo está bem concentrado, todo mundo está ciente da importância do título para nós. O Cruzeiro tem uma equipe qualificada, será difícil, mas estamos preparados para fazer um bom jogo”, falou Jadson.
 
VÉSPERA
Corinthians volta a abrir treino à torcida


O Corinthians repetiu a receita para reverter a vantagem do Cruzeiro na final da Copa do Brasil, hoje, no Itaquerão. Na tarde de ontem, véspera da decisão, torcedores alvinegros compareceram em peso para assistir ao último treino do time antes da partida. De acordo com o clube, 38 mil espectadores foram à Arena Corinthians.

A estratégia de abrir o último treino antes de jogos decisivos passou a ser adotada no ano passado, quando a Arena virou palco das atividades antes de clássicos contra Palmeiras, em fevereiro e novembro, e São Paulo, em setembro.
Na atual temporada, o clube abriu treino outras duas vezes. Em abril, antes da segunda final do Campeonato Paulista, diante do Palmeiras. Na ocasião, 37 mil pessoas assistiram à atividade numa sexta-feira à noite. Mais recentemente, os atletas treinaram na Arena diante dos torcedores na véspera do duelo com o Flamengo - a equipe alvinegra venceu por 2 a 1 e garantiu a vaga na final.

O Corinthians precisa vencer o Cruzeiro por dois gols de diferença para conquistar o tetra da Copa do Brasil. Na partida de ida, o time mineiro venceu por 1 a 0 no Mineirão. Se os corintianos venceram por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis.
 
ATACANTE
Cruzeiro não consegue efeito suspensivo de Sassá

 
O Cruzeiro não obteve sucesso em seu pedido de efeito suspensivo para ter Sassá na final da Copa do Brasil. Ontem, o STJD negou a solicitação da diretoria mineira e vetou a participação do atacante diante do Corinthians, às 21h45 de hoje, em Itaquera.

Após se envolver na briga generalizada no final do jogo contra o Palmeiras, na partida da volta da semifinal, Sassá pegou seis jogos de punição. Na ocasião, Sassá foi julgado por causa de um soco no lateral direito Mayke. O julgamento do atacante ocorreu na última quinta-feira.

A punição de Sassá não mudará a formação do Cruzeiro em campo, já que Barcos deverá ser o titular no ataque. Porém, o atacante não ficará à disposição de Mano no banco de reservas. Para o setor ofensivo, o treinador poderá contar com Raniel, Rafael Sóbis e até Fred, que não está com o ritmo de jogo em dia, mas já pode atuar por alguns minutos.

Depois de abrir vantagem no jogo de ida e vencer o Corinthians por 1 a 0 no Mineirão, o Cruzeiro precisa apenas de um empate em Itaquera para sagrar-se hexacampeão da Copa do Brasil. A eventual conquista deixará o clube com maior vencedor do torneio.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »