16/10/2018 às 08h59min - Atualizada em 16/10/2018 às 08h59min

TJMG e PMU assinam termo de cessão do prédio do antigo fórum

DA REDAÇÃO
Como o Diário de Uberlândia antecipou com exclusividade no 22 de julho, o destino do antigo prédio do fórum de Uberlândia foi traçado. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e Município do Triângulo Mineiro irão assinar nesta terça-feira, um convênio por meio do qual o Judiciário mineiro irá ceder ao município, sem ônus, o uso do imóvel, localizado na Praça Jacy de Assis, s/nº, centro da cidade. Pelo contrato, o espaço poderá ser utilizado para abrigar biblioteca e centros culturais. A assinatura irá acontecer na sede do Tribunal mineiro (Avenida Afonso Pena, 4.001, Serra, na capital), às 11 horas.

Desde aquela data, o Diário tenta uma resposta oficial do munícipio sobre o assunto, mas a Prefeitura não se manifestou sobre o assunto, apesar das diversar solicitações de entrevistas e informações. Por fim, a confirmação foi feita ontem pelo TJMG. “Pelo seu valor histórico e arquitetônico, pelo simbolismo que o edifício representa para a cidade e por sua localização privilegiada, era importante que fosse novamente apropriado pelos cidadãos para novos usos, de caráter cultural e de formação educacional e que permitisse a manutenção de sua função pública. Essa nova destinação,  possibilitada por meio dessa parceria entre Judiciário mineiro e o Executivo local, é um presente para a cidade”, ressalta o presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, que irá assinar o convênio juntamente com o prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão.

A transformação do antigo fórum em um espaço destinado a atividades de caráter cultural tornou-se possível a partir da construção da nova sede do Judiciário na comarca, inaugurada em dezembro do ano passado.  Pelo contrato, parte do 1º pavimento do imóvel permanecerá sendo utilizado pelo Judiciário local como centro de arquivo e documentações processuais – outra parte do arquivo ocupa, atualmente, o novo fórum.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »