05/10/2018 às 07h44min - Atualizada em 05/10/2018 às 07h44min

Prefeito anuncia 30 obras de mobilidade

CAROLINA PORTILHO

A três dias do primeiro turno da eleição, o prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, anunciou, na tarde de ontem (4), investimentos em mobilidade urbana na ordem de R$ 140,2 milhões. O recurso, do Ministério das Cidades, contemplará quase 30 obras entre viadutos, pavimentação, passagem inferior, trevos, pontes, trincheiras, travessias e recapeamento de vias. A assinatura do convênio contou com a presença do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Luiz Carlos Alves.

Ainda é incerto o início das obras anunciadas, que estão em fase de estudo técnico, mas o prefeito já garantiu o começo de uma para dezembro. Trata-se da trincheira entre as avenidas Nicomedes Alves dos Santos e Vinhedos, que visa melhorar a circulação entre as regiões sul e oeste. “Esse projeto já existia. Fizemos os ajustes necessários, readequações, e por conta desse avanço, vamos começar por ela, desafogando o trânsito no local, que é considerado crítico”, disse Odelmo.

As obras serão espalhadas nos quatro setores da cidade e algumas foram citadas pelo prefeito durante a cerimônia de assinatura, como a construção de um viaduto na rua Conrado Brito, favorecendo quem passa pelos bairros Custódio Pereira e Alto Umuarama, no setor leste. Já na região sul, foi anunciada a construção de uma ponte ao fim da rua da Carioca, que deverá facilitar o fluxo de veículos na região.

Também faz parte do pacote de obras a construção de uma trincheira que desafogará a rotatória da avenida Getúlio Vargas, sentido às rodovias MG-497 e MGC-455, nas imediações do bairro Planalto. No setor norte, está previsto o alargamento da rua Lineu Anterino Mariano até a avenida José Andraus Gassani, facilitando o acesso ao Distrito Industrial.

“Os locais foram escolhidos de acordo com estudos técnicos relacionados ao trânsito e à mobilidade e estamos focando nas principais necessidades das quatro regiões de Uberlândia”, afirmou o chefe do Executivo.
As demais obras não foram informadas pelo Executivo e nem pela assessoria de comunicação da Prefeitura.

A tramitação do recurso para investimentos no sistema viário da cidade vem sendo negociada há 10 meses. “Os recursos devem estar nas obras, obras que geram empregos, que distribuem renda e que melhoram a qualidade de vida das pessoas. Foram apresentadas as necessidades da cidade e conseguimos a liberação. Hoje, chegamos ao momento de assinar o convênio para iniciar efetivamente os trâmites legais para o início das obras”, reforçou o ministro Alexandre Baldy.

Para o superintendente da Caixa, Luiz Carlos Alves, as obras servirão para amenizar os gargalos em relação à mobilidade urbana. “Hoje, o trabalhador gasta grande parte do dia na locomoção entre casa e trabalho. Por isso, precisamos atacar essa questão de frente. Esse é um importante passo que beneficiará a sociedade como um todo”, afirmou.

LÂMPADAS DE LED

Na ocasião, o prefeito adiantou que pretende, em 2019, iniciar a implementação de lâmpadas de LED nos 91 mil pontos públicos de iluminação da cidade. Ainda segundo Odelmo, já existe propostas de empresas para a execução do serviço, que terá como modelo o projeto implantado na capital mineira Belo Horizonte.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »