05/10/2018 às 07h42min - Atualizada em 05/10/2018 às 07h42min

Comércio de Uberlândia se prepara para o Natal

Além das vitrines enfeitadas, vagas temporárias já estão sendo abertas

MARIELY DALMÔNICA
Valéria de Oliveira já vendeu árvores de Natal no primeiro dia do mês e também já contratou | Foto: Mariely Dalmônica
A menos de três meses do Natal, os enfeites típicos da data já invadiram alguns comércios de Uberlândia. Mas a proximidade não traz apenas enfeites, o aumento de vendas nessa época do ano também demanda vagas temporárias. Muitas empresas uberlandenses já começaram a divulgar oportunidades de emprego.

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Uberlândia está com 172 oportunidades em aberto para trabalhadores temporários. A maioria das vagas é para auxiliar de linha de produção (80 vagas), seguido de operador de processo de produção (60) e auxiliar de logística (30). Vagas para vendedores devem ser divulgadas em breve.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego no Brasil caiu para 12,1% no último trimestre, a menor taxa registrada no ano. A Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Assertem) divulgou que as empresas e indústrias devem gerar 434.429 vagas temporárias em todo o país neste fim de ano. O número representa um aumento de 10% nas contratações em relação ao último ano.

Ainda de acordo com a associação, estima-se crescimento de 30% na oferta de vagas temporárias, principalmente na indústria e no comércio.

Valéria de Oliveira, gerente de uma loja de decorações, já começou o mês de outubro com a loja decorada para o Natal e com uma nova funcionária. “Acabamos de contratar e dependendo de como o comércio vai reagir, essa contratação pode deixar de ser temporária e se tornar fixa. Em janeiro já vem as férias e geralmente continuamos com o funcionário”, afirmou Valéria, que espera um crescimento de 30% nas vendas nestes últimos três meses de 2018.

A gerente disse que começar as vendas de itens de Natal em outubro é uma tática adotada pela loja há anos. “Sempre entramos em outubro com a vitrine de Natal. Queremos que o cliente tenha tempo para comprar. Quanto antes ele colocar a árvore em casa, mais a família vai aproveitar esse momento festivo em casa”, disse Valéria, que vendeu árvores de Natal já no primeiro dia deste mês.
 
CONTRATAÇÕES
 
Segundo Bânia Vieira, coordenadora da Fundação CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Uberlândia, grande parte das contratações temporários acontece em novembro. “A gente tem percebido que as empresas têm aguardado o movimento maior surgir. A maioria das vagas é para atendimento e caixa, são as vagas que mais aumentam. Vagas para estoque também se destacam”, disse.

Para a coordenadora, essas vagas são uma boa oportunidade para quem está desempregado. “O candidato deve saber que a vaga temporária é importante, se esse profissional apresentar um bom desempenho, pode conquistar uma porta de entrada na empresa”, disse Bânia.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »