22/08/2018 às 08h25min - Atualizada em 22/08/2018 às 08h25min

Na ALMG, 63 deputados tentarão a reeleição

Para a câmara federal, 406 parlamentares concorrem a um novo mandato

DA REDAÇÃO
Dos atuais 77 deputados que atuam na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), 63 vão tentar reeleição, oito se candidatarão a deputado federal e seis não participarão da disputa. Entre os que não concorrem a uma vaga no Legislativo, o presidente da Casa, Adalclever Lopes (MDB), é candidato a vice-governador na chapa de Márcio Lacerda (PSB).

Anselmo José Domingos (PTC) não vai participar do pleito para se dedicar exclusivamente à presidência de seu partido; Tiago Ulisses (PV) preferiu coordenar a campanha de Antonio Anastasia (PSDB) ao Governo de Minas.
Missionário Marcio Santiago (PR) abdica da candidatura em favor de sua esposa, Leda Santiago. O deputado Cabo Júlio (MDB) não vai concorrer a nenhum cargo público, assim como Fábio Cherem (PDT).
Oito parlamentares vão tentar uma vaga na Câmara dos Deputados: Fabiano Tolentino (PPS), Felipe Attiê (PTB), Fred Costa (Patri), Gilberto Abramo (PRB), Lafayette de Andrada (PRB), Paulo Guedes (PT), Rogério Correia (PT) e Emidinho Madeira (PSB).
 
RENOVAÇÃO
 
Os índices de renovação da Assembleia Legislativa têm se alterado ao longo dos últimos 20 anos, refletindo ainda mudanças no cenário nacional, mas não chegaram a atingir metade do parlamento.

Em 1998, último mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso, os novos deputados representaram 38,97% do parlamento eleito naquele ano. Na eleição de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002, a Casa apresentou o maior índice de renovação desse período: 46,75%.

Em 2006, as mudanças ocorreram em 40,25% das vagas. A renovação nas eleições de 2010 e 2014 voltou a representar pouco mais de um terço dos deputados que tentaram reeleição: 36,36% e 33,77%, respectivamente.
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »