08/08/2018 às 08h15min - Atualizada em 08/08/2018 às 08h15min

PMU diz que não há prazo para mudanças

DA REDAÇÃO
Um dia depois de o presidente da Instituição Cristã Assistência Social de Uberlândia (Icasu), Antônio Naves, falar ao Diário de Uberlândia sobre mudanças na fiscalização do sistema de estacionamento rotativo da cidade, que entrariam em vigor ainda em agosto, a Prefeitura de Uberlândia divulgou nota afirmando não haver prazo e que as alterações ainda estão em fase de “tratativas iniciais”.

À reportagem, Antônio Naves disse que até o fim do mês os monitores do sistema Zona Azul passariam a fotografar os veículos que não têm registro de pagamento do tempo destinado ao uso da vaga e enviar as imagens à Secretaria de Trânsito e Transportes (Settran) para registrar a infração.

Em nota enviada à redação por intermédio da Secretaria de Comunicação, a Prefeitura informou que “está discutindo a viabilidade legal e estrutural de um projeto com possibilidade de modernizar a forma de fiscalização do sistema de estacionamento rotativo em Uberlândia. Desta forma, por ser um período de tratativas iniciais junto à Icasu, conveniada responsável pela administração do sistema, não há compromisso nem previsão para que Município adote qualquer mudança na forma atual de fiscalização.”
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »